Publicado em 22/09/2010 as 12:00am

Maestro emociona brasileiros em Nova York

"Foi um espetáculo maravilhoso", dizia o público ao deixar o Lincoln Center, em Nova York

 

“Quando ele tocou o Hino Nacional Brasileiro foi uma mistura de emoção, orgulho e crença. Emoção por estar longe e secular nosso Hino, orgulho de ser brasileira e a crença porque o maestro mostrou que tudo é possível na vida.”

O depoimento é de Maria Amélia Gouveia, que há 11 anos vive em Nova York. Foi a primeira vez que ela assistiu a um concerto de música clássica. Maria Amélia foi uma das mais de 2.000 pessoas que lotaram o teatro do Lincoln Center e se emocionaram ao som da Orquestra Bachiana Filarmônica Sesi-São Paulo, regida pelo maestro João Carlos Martins e tendo como solista o pianista Arthur Moreira Lima. Na apresentação, que reuniu brasileiros e americanos, foram executadas composições de Bach e Villa Lobos.

Um dos momentos mais aplaudidos da noite foi quando o maestro João Carlos Martins - que por diversos incidentes perdeu o movimento dos dedos – decidiu se sentar ao piano. “Eu não digo que quase chorei porque eu realmente chorei. Era como se ele estivesse dizendo para nós: Ei, não desistam de seus sonhos”, disse o brasileiro Hélio Santos.

O concerto terminou com a apresentação do Hino Nacional, com um arranjo que mixou vários ritmos brasileiros. O maestro foi aplaudido em pé por todo o teatro. “Eu fiquei com um nó na garganta. É sempre bom voltar a Nova York e ver o público feliz. É isso que faz sentido na vida da gente. Se eles se emocionaram, imaginem eu”, declarou o maestro, enxugando as lágrimas que o público arrancou de seus olhos.

Fonte: (fonte: B2 Conteúdo)