Publicado em 13/10/2010 as 12:00am

Márcio Porto se licencia da CTIB para apoiar Dilma

Ele se dedicará integralmente na campanha presidencial

 

Por Luciano Sodré

 

Preocupado com a eleição da petista Dilma Rousseff para a Presidência da República do Brasil, o presidente da Central do Trabalhador Imigrante Brasileiro – CTIB nos Estados Unidos, pediu o afastamento do cargo pelo período de 20 dias. Segundo ele, durante este período, irá se dedicar única e exclusivamente à campanha da presidenciável.

Para Márcio, é muito importante que todos os aliados se dediquem nesta etapa das eleições presidenciais, “pois a disputa não será fácil e é necessário que o grupo permaneça no comando para que o Brasil continue caminhando o caminho certo”. Ele explica que o presidente Lula e o Partido dos Trabalhadores conseguiram fazer com que o país fosse respeitado pelas grandes potências e torná-lo uma forte economia mundial. “Não há como aceitar mudar um time que está ganhando”, acrescenta.

Segundo ele, este pedido de licença ocorreu devido ao fato de que seria difícil exercer o cargo de presidente da CTIB e ao mesmo tempo coordenar a parte política do Comitê Brasileiros no Mundo Pró-Dilma. “Entendo que ambos precisam de meu trabalho, mas é necessário que neste período de 20 dias eu me dedique mais às eleições presidenciais”, salienta.

Márcio afirma, ainda, que as pessoas devem desvincular a CTIB de posições políticas ou ideológicas. “A entidade foi criada para defender os direitos dos trabalhadores e não propagar ideologias políticas”, explica.

O fotógrafo Paulo Pacheco, atual vice-presidente, assumirá, interinamente, a presidência da CTIB durante o período de licença de Márcio Porto.

 

Comitê Brasileiros no Mundo Pró-Dilma

O Comitê foi criado nos Estados Unidos com o propósito de defender a candidatura da petista Dilma Rousseff à Presidente do Brasil. Márcio Porto explica que esta criação tem como objetivo de mudar o quadro político neste país, haja vista que o tucano José Serra venceu o primeiro turno no exterior. “Nossa intenção é mostrar a importância de continuarmos com o PT no comando do Brasil e proporcionar à companheira Dilma uma vitória no segundo turno, não apenas no Brasil, como no exterior”, acrescenta.

O comitê é formado por:

Gilvan do Centro do Imigrante – Coordenador Geral

Jorge Costa – Coordenador Executivo

Márcio Porto – Coordenador Político

Fausto da Rocha – Coordenador de Mídia

Adson da Silva – Coordenador de Comunicação

Fonte: (Da redação)