Publicado em 25/10/2010 as 12:00am

Atleta brasileiro de MA é favorito em Mundial de Body Building

Personal trainer da estrela do seriado Supernanny, o capixaba Rolando Amorim afirma que gostaria de ver mais brasileiras competindo no Body Building. " Não existe corpo bonito como o da brasileira, é uma simetria insuperável" opina

 

De promissor atleta de Kayaking, a trabalhador imigrante, para finalmente retornar triunfalmente para a esporte, o capixaba Rolando Amorim tem uma história de vida de muita superação e força de vontade. Personal Trainer altamente requisitado em New England, com serviços prestados até mesmo para a estrela do Reality Show SuperNanny, Jo Frost, ele ainda é competidor de Body Builder na categoria Masters ( para atletas com acima dos 35 anos) e também é juiz em competições da OCD, em New England. Ele acaba de ficar em terceiro lugar no NPC show, um evento de body building, se prepara para o mundial em Las Vegas no próximo mês, e planeja vôos ainda mais altos em sua crescente carreira.

Residente de Chelsea – MA, Rolando, que hoje tem 40 anos, chegou ao país há 19 anos, com o intuito inicial de visitar o irmão que morava nos EUA. “ Eu era um atleta promissor de kayaking, tinha ganhado vários títulos no estado e ficado em terceiro lugar no Sul-Americano do esporte, mas me iludi com a oportunidade de fazer dinheiro e viver o sonho americano. Foram 5,6 anos onde trabalhei em tudo que você possa imaginar. Construção, cozinha, garçom, preparação, todos os empregos comuns de um imigrante. Engordei demais, fumava muito, eu era estressado e infeliz, apesar de todo o dinheiro. Foi quando eu resolvi transformar a minha vida, retornando ao esporte” relata o capixaba, que começou a treinar com calma, estudando e ganhando certificados para atuar na área. “ Fui aos poucos me estabelecendo, perdi peso, comecei a treinar mais forte, e colocando metas novamente em minha vida. Hoje felizmente, vivo de fazer as pessoas atingirem as suas metas, os seus objetivos, e não tem dinheiro que pague tamanha satisfação” afirma ele.

Quando não está treinando seus alunos, ele se prepara para competições de Body Building, onde também já acumula diversos prêmios e campeonatos. Para ele, o mercado feminino da categoria teria grande potencial para mais atletas brasileiras. “ Nos eventos que participo, quase não vejo brasileiras atletas e isso me deixa um pouco triste, principalmente pela simetria natural da brasileira, com um bumbum mais avantajado, mais curvas, um corpo mais destacado que das americanas, que apesar de musculosas, nunca vão ter um corpo bonito como o de uma brasileira” afirma o atleta, que vê nos EUA, um mercado melhor para a profissão, além de levantar a bandeira do esporte ‘natural’, somente utilizando exercícios e alimentação, sem utilização de drogas na obtenção de músculos e definição do corpo.

Feliz com a carreira, o brasileiro pretende dar prosseguimento ao treinamento de atletas e competições de Body Building, e quer incluir brasileiras no staff. “ Gostaria de mostrar ao mundo desse esporte, que os brasileiros, em especial as mulheres, tem muita chance de ganhar mais destaque e sermos reconhecimentos no universo dessas categorias” afirma. Para quem se interessar em contratar seus serviços de personal trainer ou até mesmo queira se dedicar ao esporte de Body Building,  o telefone de Rolando Amorim é (617)  869 – 8852  ou pelo website oficial do atleta, http://www.musclesculpture.com.

Fonte: (Da redação)