Publicado em 11/11/2010 as 12:00am

Brasileiro de MA que matou 2 pode pegar prisão perpétua

O brasileiro Marcos Barbosa Costa, de 45 anos, acusado de ser o responsável por um acidente automobilístico que matou um homem e sua filha de 12 anos em 2009, pediu para ser o seu próprio advogado no caso

 

O brasileiro Marcos Barbosa Costa, de 45 anos, acusado de ser o responsável por um acidente automobilístico que matou um homem e sua filha de 12 anos em 2009, pediu para ser o seu próprio advogado no caso, durante o seu julgamento.

Marcos era esperado para se decidir entre admitir a culpa no caso, e ter a sua pena abrandada, ou continuar negando a culpa, e tentar ser absolvido da acusação de homicídio seguido de conduta de veículo automotor de forma inapropriada segundo o jornal Los Angeles Times.

Mas tudo mudou na Côrte Superior de Los Angeles, quando o seu advogado de defesa deixou o caso há algumas semanas. “ Eu sei os meus direitos, eu reconheço os riscos” afirmou o brasileiro, utilizando um intérprete. A requisição para ser o seu próprio advogado, surpreendeu a Côrte, que estava preparada para realizar o acordo em que ele admitiria culpa. “ Eu provavelmente não pude expressar o quão eu acho que essa  uma decisão ruim", disse o juiz do Tribunal Superior Judy Lench, que alertou o acusado, que tem apenas o high school, que ele iria enfrentar um promotor experiente e não teria acesso privilegiado a recursos jurídicos enquanto estivesse na prisão. Se condenado por homicídio, Costa pode pegar até prisão perpétua. O juiz Lench disse que irá nomear um investigador particular para trabalhar na defesa do brasileiro. Costa foi intimado a comparecer no dia 19 de novembro para uma conferência pré-julgamento.

No dia 1 de abril de 2009, o caminhão comercial de Marcos Costa  foi o protagonista de um grave acidente que envolveu 5 veículos movimentado cruzamento entre a Foothill Boulevard e a  Angeles Crest Highway em La Cañada Flintridge, matando o motorista Angel Posca e sua filha Angelina. Seu caminhão teria perdido o controle e colidido com diversas lojas, que resultou em uma dúzia de outros feridos antes que o veículo se chocasse com a Livraria e Café Flintridge. Costa foi inicialmente acusado de dois crimes de homicídio e três acusações de direção imprudente, libertado sob fiança de $ 200,000 e permissão para voltar para casa em Everett- Massachusetts.

 

 

 

Em junho de 2009, ele foi indiciado por assassinato, preso novamente na côrte e continua preso com uma fiança estipulada em $600.000.  O advogado de defesa conseguiu convencer o juiz do caso  a desistir das acusações de homicídio, mas no dia 06 de abril, um tribunal de apelações restabeleceu as acusações, descobrindo que Costa sabia do risco ao descer um desfiladeiro íngreme da Floresta Nacional de Los Angeles em uma rua comercial movimentada.OuvirLer foneticamente "Depois de um ano e meio de muito trabalho árduo, as coisas estão de volta à estaca zero para Marcos,  e lhe desejo sorte", disse o antigo advogado de defesa do brasileiro, Steve Meister, que não confirmou porque deixou o caso.

 

Yanette Posca, que perdeu a filha e o marido no acidente, esteve na audiência e foi acompanhado por meia dúzia de amigos e familiares. "Minha família e todos os envolvidos estamos passando por um difícil momento que parece não ter fim” disse Posca, mãe de seis outros filhos.

 

Fonte: (Da redação)