Publicado em 15/11/2010 as 12:00am

Senador Scott Brown afirma que apoiará reforma imigratória

O senador federal por Massachusetts, Scott Brown, disse na sexta ? feira (12), que pretende trabalhar com democratas e republicanos numa ampla Reforma Imigratória, desde que ela seja 'dura e definitiva'

 

O senador federal por Massachusetts, Scott Brown, disse na sexta – feira (12), que ele pretende trabalhar com os democratas numa possível Reforma Imigratória, desde que ela não seja branda, mas ‘dura e definitiva’.

O republicano Brown, que tomou a cadeira que um dia pertenceu ao democrata e pró-imigrante Edward Kennedy, disse à agência Associated Press que ele planeja encontrar com os líderes no senado de ambos os partidos, acerca de opções de projetos para a reforma. Ele disse porém, que qualquer esforço ou medida deve ser baseada em beneficiar a economia.

 “Nós estamos a ponto de entender completamente o que o (líder da maioria no senado) Harry Reid planejou” disse Brown antes da abertura de uma mostra de Arte nas Américas lançada no Museum of Fine Arts, em Boston. “ Os democratas ainda são maioria no senado, e eu pretendo analisar se eles vão realizar algo ‘leve’ ou se eles vão focar em projetos que nos levem à frente, que faça a nossa economia girar” continuou. Perguntado se isso significava se concentrar exclusivamente na aplicação firme das leis de imigração, Brown disse que "cabe ao líder fazer o que ele acha ser o melhor para o país”. O senador disse que o senado marcou um encontro nessa segunda, dia 14. Ele falou sobre o assunto pela primeira vez, duas semanas após Reid ter se reelegido principalmente por causa do apoio do voto latino e prometendo colocar o tema em pauta novamente no congresso.

Já o senador Brown, durante a sua campanha pela cadeira no senado, utilizou o discurso anti-imigrante, como o mote de sua candidatura. Na recente votação que derrotou mais uma vez o projeto Dream Act, ele disse que considerava a iniciativa uma ‘anistia’ aos indocumentados.

O apoio de Brown tem sido um dos principais alvos do presidente Barack Obama no trabalho do assunto. A cadeira que ocupa hoje, foi  do celebrado senador  Kennedy, que morreu em agosto de 2009  aos 77 anos, e defendeu uma legislação que beneficiava diretamente os imigrantes, seus filhos e netos, e sendo o responsável pela Lei de Imigração de 1965, que mudou fundamentalmenteos dados demográficos dos Estados Unidos.

A clara demonstração de Brown em apoiar uma ampla reforma imigratória e rever seus conceitos com relação a como ela deve ser feita, já anima alguns ativistas pró-imigração, que reacendem a esperança de uma reforma imigratória ainda no governo Obama. “ Eu estou muito feliz que o senador tem planos de trabalhar junto com os democratas e republicanos para realizar uma reforma compreensiva no setor de Imigração. Já é um bom sinal” afirmou Eva Millona, diretora-executiva do Massachusetts Immigrants & Refugee Advocacy Coalition – MIRA.

Fonte: (Da redação)