Publicado em 17/11/2010 as 12:00am

Acidente na Rota 90 deixa dois brasileiros mortos

Um acidente de carro que aconteceu na manhã de domingo (14), na Rota 90, deixou dois brasileiros mortos e um ferido. Vinícius Martins Pereira, 21 anos, foi declarado morto no local e o motorista, Guilherme Sobral, 21 anos, morreu horas depois no hospital

 

Um acidente que aconteceu na manhã de domingo (14), na Rota 90, deixou dois brasileiros mortos e um ferido. Segundo os policiais que atenderam a ocorrência, Vinícius Martins Pereira, 21 anos, foi declarado morto no local e o motorista, Guilherme Sobral, 21 anos, morreu horas depois no hospital.  Rafael Monteiro, 21 anos, foi levado de ambulância para o UMass Medical Center, em Worcester, em Massachusetts, e tem quadro estável.

No boletim de ocorrência consta que a polícia foi acionada para atender à ocorrência por volta das 13 horas e que o motorista, Guilherme Sobral, 21 anos, perdeu o controle do veículo, o qual capotou a uma velocidade de cerca de 100 milhas. Ele ficou gravemente ferido, foi levado pelo helicóptero de resgate até o hospital, mas não resistiu aos ferimentos.

Durante duas horas,  a Rota 90 teve uma de suas pistas interditadas para que o resgate fosse feito. Rafael, que vive em Natick, recebeu alta do hospital na segunda e já está em casa, reunido com os familiares. Os pais Ruben e Sônia e a irmã Monique estão felizes pelo fato do filho ter saído com vida deste acidente, mas “se sensibilizam com as famílias de Vinícius e Guilherme”.

Na segunda-feira (15), amigos e familiares de Vinícius, que residia em Framingham, fizeram uma homenagem ao rapaz, que é considerado calmo, amigo e sempre disposto a ajudar as pessoas em necessidades. “Ele amava a todos”, disse sua esposa Amanda Pereira ao jornal MetroWest Daily News. “Ele nunca deu as costas para quem precisava”, continuou.

Vinícius, que também era conhecido por Vinny, gostava se reunir os amigos e praticar esportes. A amiga Thais Da Rosa lembra com emoção dos momentos que passou ao lado do divertido amigo. “Ele sempre foi tão feliz e tinha muita facilidade em fazer amizades”, salientou. O jovem chegou aos Estados Unidos quando ainda tinha seis anos de idade e aos 12 anos conheceu Amanda, a qual mais tarde se tornaria sua esposa. Atualmente ele estava trabalhando para a FedEx e tinha acabado de deixar um trabalho como gerente de uma das lojas da Domino´s Pizza em Framingham. A esposa do brasileiro disse que ainda não ficaram definidos os trâmites para a realização do velório.

 

Fonte: (Da redação)