Publicado em 29/11/2010 as 12:00am

Manifestação em favor do Dream Act pode ser maior da história

Organizado pela Student Immigrant Movement ? SIM, protesto ocorrerá na St. Pauls Cathedral, em Boston ? MA, nessa segunda ? feira (29)

 

Algumas semanas após o senador Harry Reid (D-NV) afirmar que planeja levar o Dream Act novamente à votação, dessa vez como uma lei individual, milhões de jovens indocumentados novamente reacendem a esperança de atingirem a legalização através do projeto. Com manifestações ao longo de todo o país, gerando até mesmo uma campanha de greve de fome no Texas, nessa segunda – feira (29) ocorrerá aquela que é considerada o maior protesto em favor da causa em Massachusetts, organizada pela Student Immigrant Movement – SIM,  na St. Pauls Cathedral, em Boston – MA.

Por quase uma década, a medida tenta aprovação no congresso federal, mas sempre encontra resistência entre os mais conservadores. A preocupação com o obsoleto e ineficaz sistema migratório do país, tem causado discussão em todo o meio político norte-americano, que ainda estuda o primeiro passo no caminho de uma reforma ampla no setor. O próprio presidente Barack Obama afirmou recentemente que o Dream Act é de fato o projeto mais justo e urgente no tratamento do tema. Até o partido republicano, conhecido por ter uma postura contrária à iniciativa, tem encontrado apoio ao projeto em alguns de seus mais emblemáticos políticos. É o caso do deputado federal pela Flórida Lincoln Diaz Balart, que afirmou que ‘ muitos estudantes tem sido punidos pela falta de ação do governo federal no tema, e que o projeto representa muito mais do que a briga entre os dois partidos no congresso,  representa um teste verdadeiro aos valores americanos’

Na última semana, o apoio à iniciativa voltou a criar polêmica, com a divulgação de uma campanha de greve de fome por estudantes da Universidade do Texas. Eles anunciaram a proposta seria pressionar a senadora federal, Kay Bailey Hutchison,  para votar a favor do Dream Act, numa possível volta do projeto à votação no congresso. A diretora do grupo Student Immigrant Movement - SIM, Renata Teodoro, se diz confiante que ainda é possível ser otimista com a aceitação da medida no congresso federal. “ Acho fantástico a grande quantidade de suporte que estamos tendo a oportunidade de ter no tema. O presidente, assim como o senador Reid, tem trabalhado duro para ganhar ainda mais apoio para o projeto. Os republicanos não apóiam por causa da grande polêmica que envolve o tema,  tem medo de perder seus eleitores mais conservadores. Mas as eleições que acabaram de ocorrer provaram que a influência imigrante nas urnas foi forte o suficiente para fazer muitos deles não voltarem aos seus assentos em janeiro, por isso estão revendo suas posições” opina a brasileira, que estuda Psicologia na Universidade de Massachusetts – Umass, e é uma das mais atuantes jovens ativistas em favor do Dream Act no estado. Para ela, é preciso que os jovens brasileiros indocumentados atuem para pressionar o meio político, se unindo a entidades como o SIM, comparecendo a eventos e manifestações em favor do tema  e escrevendo cartas e emails ao congresso, tentando sensibilizar senadores acerca da importância do projeto. “É preciso pressioná-los e mostrar o quão preocupante e decisivo em nossas vidas é essa iniciativa. Precisamos de cada vez mais apoio e movimentação entre os estudantes” clama a estudante.

A manifestação começará às  3pm e será sediada na St. Paul Cathedral, no número 138 Tremont St, em Boston.

 

Fonte: (Da redação)