Publicado em 8/12/2010 as 12:00am

CTIB recebe apoio da comunidade

Além dos cursos, a entidade busca apoiar e ajudar os brasileiros na luta pelos direitos trabalhistas

 

Por Luciano Sodré

 

Os membros e diretores da Central do Trabalhador Imigrante Brasileiro – CTIB nos Estados Unidos, receberam nesta semana vários emails creditando total apoio às atividades da entidade em Massachusetts. O presidente Márcio Porto ressaltou que estes manifestos são sinais de que a organização está trilhando no caminho certo.

Para ele, os votos de congratulações pelas conquistas atingidas rebatem as recentes críticas de que a CTIB não está agindo corretamente. “Quando criamos a entidade, tínhamos como preocupação central ajudar o trabalho brasileiro neste país e é justamente isso que estamos fazendo”, fala salientando que algumas divergências de idéias acabaram gerando um pequeno atrito entre algumas pessoas. “Mas o nosso emprenho e vontade de fazer da CTIB um porto seguro para nossa comunidade nos deu forças para seguir em frente”, ressalta.

O presidente da Brazilian Professional Photographers Association-Brappas, Paulo Pacheco, ressaltou a importância de ter sido convidado para participar da CTIB no cargo de vice-presidente. Ele aponta a entidade como uma das mais importantes do estado quando o assunto é defender os direitos do trabalho brasileiro e oferecer suporte para que eles tenham uma vida mais digna. “Prova disso são os cursos que estão sendo oferecidos”, explica.

Paulo fala ainda que para a comunidade brasileira se fortalecer nos Estados Unidos, é primordial que aconteça uma união. “Devemos esquecer de onde somos do Brasil, não olhar placas de entidades e tampouco religião. Somos todos brasileiros e devemos lutar por nossos ideais juntos”, ressalta salientando que “juntos é possível fazer a diferença”.

A ativista Sue O´Brien também divulgou uma nota de apoio à CTIB e teceu elogios relacionados às recentes conquistas da entidade. “Eu sempre ajudei e ajudo como colaboradora e minha admiração pela CTIB é inquestionável. Ela não é uma organização e sim um patrimônio da comunidade brasileira”, fala.

A colunista social e animadora de festas em Newark, em New Jersey, Bianca Pôncio, mais conhecida por Bibi Beauty confirma as afirmações de Paulo Pacheco e ressalta que as entidades que defendem os brasileiros deveriam caminhar juntas. “Se realmente o interesse de cada uma é promover o bem estar de nossa comunidade, então não há motivos para brigas. A união é o segredo para atingir qualquer conquista”, afirma.

Comungando do mesmo pensamento, o presidente da Câmara de Dirigentes Lojistas – CDL/USA, João Arruda, destacou a participação de Jorge Costa (articulador político da CTIB e membro do Conselho de Representantes dos Brasileiros no Exterior – CRBE), na III Conferências Brasileiros no Mundo, que aconteceu nos dias 2 e 3, no Rio de Janeiro. “Tenho uma total admiração pela CTIB e pelos membros desta entidade”, acrescenta.

O empresário Luciano Costa, que atua no ramo imobiliário, destacou a luta da CTIB em favor dos brasileiros e na defesa dos direitos destes trabalhadores nos EUA. Para ele, se as entidades se unissem em torno dos propósitos para que foram criadas, “certamente a vida do brasileiro neste país seria melhor”.

Fonte: (Da redação)