Publicado em 13/12/2010 as 12:00am

Documentos vazados afirmam que Polícia de Somerville/MA tem denunciado indocumentados ao ICE

Exposto pelo site MuckRock, que atua em similiaridade com o Wikileaks, os documentos afirmam que a polícia da cidade, entre 2009 e 2010, denunciou 9 indocumentados ao ICE. Seis desses incidentes, segundo o website, estão claramente violando as orientaçõ

 

Embora considerado um dos Departamentos de Polícia mais preparados para lidar com os indocumentados no estado, a  polícia de Somerville – MA teve a sua credibilidade ameaçada nessa semana, com o vazamento de documentos que afirmam que os oficiais da cidade tem atuado denunciando imigrantes ao ICE.

Exposto pelo site MuckRock, que atua em similiaridade com o Wikileaks, no qual se especializa em obter documentos secretos e confidenciais de orgãos públicos, que são doados por ex-funcionários ou simplesmente vazam pela internet. Segundo os documentos, durante o período de janeiro de 2009 e novembro desse ano, a polícia denunciou indocumentados ao U.S. Immigration and Customs Enforcement (ICE), por mais de 9 vezes.  Seis desses incidentes, segundo o website, estão claramente violando as orientações do orgão em Março de 2009,  que diz que o ICE só deve ser notificado do status de um suspeito de indocumentação, se ele foi preso por um crime violento ou tráfico de drogas.

Pelo menos um ou mais desses incidentes se desvia das diretrizes e orientações do orgão. Entre os casos citados, então o de um imigrante de 31 anos,  viciado em crack e sem-teto,  preso por furto.  Outro caso, envolve uma prostituta brasileira de 23 anos, , que foi  pega em uma mega-operação da polícia no hotel Holiday Inn. Ela contou aos detetives que tinha vindo ao país através do México. O terceiro, um garoto de programa de 28 anos,  inicialmente deu à polícia um nome falso depois de sua prisão durante a ação no mesmo hotel. "Há sempre uma exceção à regra", disse o Chefe de Polícia Michael Cabral. "Mesmo que esteja dizendo que não podemos denunciá-los, não queremos gente assim na nossa comunidade" completou.

“ De 2007 a 2009, a polícia prendeu em Somerville uma média de 1.200 pessoas por ano, das quais somente nove pessoas foram denunciadas ao ICE em um período de quase dois anos, que é realmente pouco. A polícia de Somerville nunca pergunta aos imigrantes sobre o seu status migratório, mas o problema pode surgir quando as impressões digitais são enviadas para o FBI” disse Cabral ao site Wicked Local. "Temos de verificar a identidade das pessoas. Em muitos casos, a polícia não toma nenhuma medida mesmo após tomar conhecimento pelo FBI de que um suspeito não é documentado” tenta amenizar o chefe de polícia


Em novembro, o prefeito Joe Curtatone fez uma proclamação de que seu governo iria pedir as autoridades estaduais para não processarem automaticamente as impressões digitais recolhidas pela polícia local por meio de bases de dados do ICE.  Vereadores solicitaram esclarecimentos sobre se isso iria mudar as políticas do departamento de polícia.

Fonte: (Da redação)