Publicado em 7/01/2011 as 12:00am

Mãe e filho são presos por fraudes bancárias em New England

Mãe e filho são presos acusados de pertencerem a esquema de fraudes bancárias em New England

   

Atrelados a um forte esquema de fraudes, que teriam envolvimento em vários estados de New England, incluindo Massachusetts, uma mãe e filho, ambos brasileiros, foram presos há poucas semanas, num esquema que fraudou mais de $100.000 do Bank of America e $8.000 do Sovereign Bank de West Hartford – CT.

O golpe, que incluiu cheques sem fundo, estelionato, difamação e uma ação rápida e silenciosa, terminou na detenção de Sonia Maria Fernandes, de 47 anos, e seu filho, Erivelton Fernandes, de 28 anos, que residem em Manchester- CT, foram encontrados em casa. Cada um responderá por roubo em primeiro grau, segundo grau, e fraudes no uso de um ATM.

Sonia, que tem Green Card no país, e Erivelton, que é indocumentado, também estão sendo conectados com outros dois suspeitos, incluindo Jose Florindo, de 39 anos. Ao que tudo indica, os outros acusados deixaram o país. “ Tudo foi arquitetado e executado no final de semana do Columbus Day, minuciosamente e silenciosamente” afirma o policial Andrew Warnester. “ Eles estavam prestando um serviço para o banco e resolveram ‘pegar um presente’ antes de voltar para o Brasil” completou. Segundo fontes ligadas ao mercado de limpeza comercial em Massachusetts, os dois já teriam feitos contatos no estado, e inclusive, teriam persuadido outros brasileiros a adentrar o esquema. “ Eu não quis participar disso, é muito sujo o que eles fizeram” afirma uma brasileira que conhece Sonia. “ Eles falavam que iríamos ganhar milhões de dólares, mas nunca acreditei que eles pudessem sair ilesos por tanto tempo disso. Só não foram inteligentes o suficiente para deixarem o país logo depois disso. Foi o grande erro que a Sonia cometeu” completa ela, que não quis se identificar.

Sonia teve fiança estipulada em $400.000 e deverá voltar à Côrte em breve. Seu filho ainda não teve data de julgamento definida, e também permanece preso.

Os cheques falsos foram em nome da Cleaning Services LLC, uma companhia de Hartford que fechou em 2005. Os brasileiros depositaram os cheques em contas de outras duas empresas fantasmas, chamadas de Nunes Cleaning e Dias Cleaning. Caixas de ATM foram utilizados para fazer saques e cartões de débito foram utilizados para fazer compras durante o final de semana de 8 a 11 de Outubro.

A fraude aparentemente se aproveitou da flexibilidade das algumas práticas bancárias para empresas consideradas ‘estáveis’, permitindo que eles fizessem a retirada de dinheiro das contas, antes que os cheques ‘dessem baixa’. Por um período de tempo, a Cleaning Services LLC ofereceu serviços legítimos e tinha bom histórico no banco, o que permitiu que os cheques fossem vistos com boa credibilidade.

Mandados de busca e apreensão foram expedidos para prender Florindo, que também um residente legal, e outro brasileiro que não foi identificado. Informações levam a crer que Florindo pegou um voo para o Rio de Janeiro no dia 27 de Outubro. “ Acreditamos que exista um quinto elemento, que ainda não foi identificado, mas acreditamos que os 4 até agora registrados, são os cabeças do esquema. Infelizmente não sabemos se além dos 2 que estão aqui, vamos capturar os outros 2 que fugiram. Infelizmente o Brasil não realiza extradição em crimes como esse” afirma o policial.

Fonte: (Da redação)