Publicado em 10/01/2011 as 12:00am

MA estudará programa de Utah que libera habilitação

Na semana passada o governador Deval Patrick realizou uma sessão de entrevistas com 19 jornalistas de Massachusetts, incluindo dois representantes da mídia hispânica, três brasileiros e um haitiano.

 

Na semana passada o governador Deval Patrick realizou uma sessão de entrevistas com 19 jornalistas de Massachusetts, incluindo dois representantes da mídia hispânica, três brasileiros e um haitiano. Cada um teve entre 10 a 15 minutos a sós com o governador para que abordassem tema que melhor fosse conveniente aos seus leitores.

Maioria dos veículos de origem imigrante questionou o Governador sobre a aplicação do Securie Communties em Massachusetts. Este programa firma uma parceria entre a polícia estadual e o Immigration and Customs Enforcement – ICE. Desta forma qualquer imigrante abordado por policiais neste estado terão suas digitais encaminhadas ao escritório de imigração para checagem de antecedentes criminais ou pendências com o departamento.

Mas outro assunto abordado pelo governador e comentado mais na mídia hispânica foi a possibilidade de implantar um programa semelhante ao que já é usado em Utah, onde os imigrantes tem uma “carta de direção”, que lhes permite conduzir veículos dentro do estado. Deval Patrick afirma que já designou uma equipe para analisar a possibilidade de Massachusetts adotar o mesmo projeto.

Deval deixou claro a sua vontade de facilitar a vida do imigrante em seu estado, mas ressaltou que a questão de proporcionar a “drivers license” não é uma questão estadual. “Mas todos sabemos que isso depende de da esfera federal”, explicou salientando que o estado de Utah já oferecer a carteira aos imigrantes indocumentados.

Durante a entrevista, o governador lembrou que além de Utah, os estados do Novo México e Washington também concedem direito aos imigrantes indocumentados, permitindo que eles possam dirigir.

O governador está mais interessado no sistema adotado pelo estado de Utah, onde os candidatos passam por um teste na estrada, mostra o passaporte, comprovante de residência e estar em dias com o pagamento dos impostos local e federal. Não é necessário a apresentação do Social Security.

Em uma reportagem publicada no mês passado, o New York Times descreveu o perigo dos motoristas em situação irregular. Uma análise estima que cerca de 4,5 milhões de imigrantes conduzem veículos irregularmente pelo país. A reportagem salientou, ainda, que eles não estão dirigindo por diversão, mas por precisão. “Os imigrantes usam seus veículos para ir ao trabalho, buscar filhos na escola ou alguma outra necessidade”, relata a matéria.

Apesar de não falar muito sobre o assunto, o fato do governador se mostrar interessado em conhecer o programa adotado pelo estado de Utah já animou alguns ativistas pró-imigrantes. Outra vantagem é que Deval Patrick contará com o apoio de um grupo de chefes de polícia que apóiam publicamente a liberação de algum tipo de permissão para que os imigrantes possam dirigir em Massachusetts.

Fonte: (Boston Phoenix / Da redação)