Publicado em 13/01/2011 as 12:00am

Pressionado para assinar SC, governador de RI se mantém firme a favor dos imigrantes

Procurado pela equipe de reportagem do BT, o governador Lincoln Chafee revelou, por meio de sua assessoria de imprensa, que está revisando o projeto e que a assinatura da lei ainda é incerta

 

Pouco tempo após o governador eleito de Rhode Island, Lincoln Chafee, cancelar uma lei anti-imigrante assinada pelo seu antecessor, Don Carcieri, ele se vê pressionado pelos conservadores do estado a assinar outra polêmica lei, o Secure Communities. O projeto, que permite que policiais estaduais atuem denunciando imigrantes que cometeram delitos ao ICE através da coleta de impressões digitais, já foi elogiado pelo governador anteriormente, mas dessa vez ele afirma estar revendo sua posição de suporte à medida.

O Procurador- Geral do estado, Peter F. Kilmartin, assinou um acordo nessa semana com a intenção de pressionar a implementação da lei, justificando que ‘é preciso atuar na identificação e deportação de imigrantes criminosos no estado’. O acordo implicaria na aplicação do projeto em todas as cidades do estado, afirmando que se trata de uma norma ‘federal, e não de um nível local’. O governo Obama quer a expansão do programa a todo país até 2013.

Muitos ativistas em favor dos imigrantes afirmam que o programa encoraja o preconceito racial e pode liderar a deportação de dezenas de milhares indocumentados com ofensas pequenas ou nem mesmo um delito. “ Como Procurador-Geral, eu tenho a obrigação de atuar em favor da segurança das nossas comunidades e promover a aplicação das leis de forma mais ostensiva” afirmou Kilmartin em um comunicado oficial à imprensa. “ O Secure Communities é um método pró-ativo de tornar nossos bairros mais seguros, de maneira a lidar com indivíduos que cometem crimes contra a gente. Ele já provou que pode ser eficaz e por isso está sendo expandido pelo governo federal” completou.

O porta-voz do governador, Michael Trainor, disse que o Procurador-Geral informou  Chafee sobre a sua intenção em forçar a assinatura da lei. Embora tenha afirmando anteriormente que apoiava a iniciativa, ele afirma que agora está repensando o seu apoio, relendo e revendo sua posição em relação ao projeto. Eles tinham uma reunião marcada na quarta- feira(12), para adentrar ‘um senso comum  com relação ao tema da Imigração’, mas a mesma foi adiada em razão da tempestade de neve que passou por New England.

Assim que assumiu o governo, Chafee cancelou uma ordem executiva promovida por Carcieri, que exigia a aplicação do E-Verify em todo o estado. O programa identificava indocumentados em empresas e, além da demissão, encaminhava suas informações para o ICE que iniciava procedimentos de deportação. "Essa foi uma das minhas promessas de campanha. Nâo vou voltar atrás com a minha palavra" afirmou o governador sobre a iniciativa de cancelar a lei.

Procurado pela equipe de reportagem do BT, o governador Chafee revelou ao Brazilian Times por meio de sua assessoria de imprensa que a proposta está sendo analisada, e que ainda é muito cedo para se falar em assinar a lei. Ele estaria revendo seu apoio ao projeto e deve se encontrar com o Procurador-Geral em breve.  

Segundo um porta-voz do ICE,  Ross Feinstein, caso assine a lei, Rhode Island será a terceira jurisdição de New England a adotar o projeto, sendo as outras duas, Fairfield County- em Connecticut e Suffolk County, em Massachusetts. “ O ICE está trabalhando para implantar o programa no máximo de jurisdições possíveis ao longo do país” afirmou ele a um jornal local.

Fonte: (Da redação)