Publicado em 3/03/2011 as 12:00am

Assessor de governador de MA pede desculpas à comunidade

Nós estragamos tudo. Peço desculpas. O que nós precisamos é de uma reforma abrangente da lei de imigração",

 

“Nós estragamos tudo. Peço desculpas. O que nós precisamos é de uma reforma abrangente da lei de imigração”, A declaração é do sub-secretário de Segurança Pública do Estado, John Grossman. Ele representou o governador Deval Patrick na primeira das 10 reuniões sobre o “Comunidades Seguras”, sábado passado em Worcester.

Grossman falou para um sala repleta: “O Governador não assinou nada. As reuniões vão acontecer e então ele vai fazer uma decisão”, Ele acrescentou que as audiências públicas resultam da incapacidade do estado de se comunicar bem com o povo no que diz respeito a este programa.

Os presentes ouviram mas não aceitaram a justificativa de que o “Comunidades Seguras”objetiva tirar das ruas criminosos perigosos. “Eu acho que todo mundo nesta sala concorda que nós não queremos criminosos violentos em nossas comunidades”, disse Antônio Massa, o primeiro a falar. “O Governador, se ele está preocupado, pode simplesmente dizer ‘Ah, isto e uma norma federeal’. Eu quero que ele demonstre liderança e diga que até que o programa seja efetivo nós não vamos fazer nada”.

Por mais de uma hora, cerca de 25 pessoas manifestaram preocupação com o impacto de tal iniciativa: discriminação, preconceito e a falta de confiança dos residentes na autoridade policial. Heloisa Galvão, do Grupo Mulher Brasileira, alertou para vítimas de violência doméstica que não têm coragem de denuncair abusos com medo da polícia. O GMB entreou cerca de 400 cartões postais a Josiene Martinez, assessora de imprensa de Patrick. Os cartões foram assinados por pessoas de várias comunidades. O Grupo tem mais 3 mil impressos, em parceria com a MAPS. A idéia é entregar um número significativo em cada reunião.

Arlete Falkowski, do Movimento Educationista, levou um grupo de norte-americanos e nacionais de outros países, todos alunos de português. Alguns testemunharam contra o programa. Em seu depoimento, a professora chamou atenção para a tragédia das crianças, geralmente nascidas nos Estados Unidos e que vivem sob o terror de serem separadas dos pais se eles forem deportados.

A próxima reunião acontece no Mass Bay Community College (Salas 205-206) de Framingham, no sábado, 12 de março, das 14 às 16 horas. Veja o calendário completo no web site do GMB, estacaomulher@verdeamarelo.org ou telefone para 617-787-0557 ramais 15 ou 14. Procure a MAPS ou o GMB para saber onde você pode assinar um cartão para o Governador.

Fonte: (GMB)

Top News