Publicado em 4/04/2011 as 12:00am

Lawrence sedia 3ª reunião sobre Secure Communities

Comunidade tem espaço para opinar e tirar dúvidas

 Por Lívia Barros  


                A  cidade de Lawrence/MA sediou no último sábado, dia 02, o terceiro encontro entre representantes do Governador Deval Patrick e a comunidade sobre o Secure Communities (Comunidades Seguras). Ao todo, serão dez reuniões públicas que têm como objetivo dar espaço à sociedade para se expressar e tirar suas dúvidas.

                 O programa Secure Communities, foi criado no Governo Bush e está sendo expandido no Governo Obama. Através dele, qualquer pessoa que for pega cometendo algum delito passível de prisão, terá sua digital recolhida e armazenada não só pelo FBI, mas também pelo Departamento de Imigração.

                 A Secretária de Segurança Pública do Estado de Massachussets, Mary Elizabeth Heffernan, começou a reunião ressaltando que o objetivo é estabelecer um diálogo entre o Governador Deval Patrick e a comunidade, e tirar eventuais dúvidas sobre o programa, levando os diversos pontos de vista até o conhecimento do Governador.
                O Comissário de Segurança Pública de Massachussets, Kurt Wood, explicou que o Secure Communities é um programa de âmbito federal que até 2013 deverá ser implantado em todo território nacional. Ressaltou que nos próximos meses haverá reuniões como esta em outros estados, frisando não ser um projeto do Estado de Massachusetts, e sim do país como um todo. Ela ainda salientou que o projeto não é similar à lei de imigração do Estado do Arizona: “Os oficiais de Massachusetts não estão autorizados a fazer prisões e nem perguntas sobre o estado imigratório de qualquer  pessoa. A polícia está recebendo treinamento adequado para evitar atitudes raciais.’

                Representantes da comunidade, pró e contra o projeto, tiveram espaço para expressar suas opiniões. Lauren Roque, Ministra da Comissão Humanitária de Massachusetts frisou que o Secure Communities é um programa opcional já negado no Estado de Washington e distrito de Columbia, ressaltando que o mesmo pode ser feito em MA. Wendy Lussona, residente de Lawrence e membro do Comitê de Violência Doméstica de MA, afirma que o programa irá dificultar o trabalho dos órgãos contra a violência doméstica. “Não somos criminosos, somos trabalhadores. É difícil mulheres delatarem um crime, com esse programa ficará mais difícil.” Bárbara,moradora de Northboro, expressou sua simpatia ao projeto contando que na história, já houveram vários assassinatos de americanos cometidos por ilegais e o Governo gasta dinheiro mantendo essas pessoas presas: “Nossas leis não são raciais, nossas leis são para proteger todo mundo.”

                A próxima reunião pública será em  Waltham dia 16 de abril de 2 às 4 pm no Arthur J Clark Government Center, 119 School Street.


 

Fonte: (da redação)

Top News