Publicado em 15/06/2011 as 12:00am

Blog denuncia brasileiros em Martha's Vineyard

Uma associação brasileira local estima que 3.500 brasileiros vivem na ilha.

O início da alta temporada em Martha´s Vineyard foi abalado com a criação de um blog criado anonimamente para denunciar a presença de indocumentados e seus empregadores na região, principalmente brasileiros. Além de citar nomes, o blogueiro mostra fotos e cita links de sites de relacionamentos dos imigrantes.

A diretora da Câmara do Comércio local, Nancy Gardella, disse que isso deixou as pessoas indignadas e poderá trazer prejuízos para a ilha, que nesta época do ano recebe milhares de visitantes, inclusive políticos do alto escalão dos Estados Unidos, entre eles o presidente Barack Obama.

Intitulado como “Operation Punchbowl - The party´s over para MV Illegal  Immigration”, abre espaço para que as pessoas denunciem a presença dos brasileiros na região e ainda possibilita o envio de fotos     destas pessoas.

Richard, proprietário de uma companhia de limpeza denunciada pelo blogueiro, disse que as afirmações são infundadas e procurará seis direitos para rebater as acusações feitas pelo blog de que ele é indocumentado e contrata trabalhadores sem permissão de trabalho. “Queria saber quem está por traz deste blog”, ressalta.

Em um de seus artigos, o blogueiro tenta explicar que a criação do blog surgiu depois da “profunda revolta diante do marasmo e inércia dos governos local, estadual e federal para promover a proteção aos verdadeiros cidadãos norte-americanos”.

O empresário Stephen Bernier, proprietário de um supermercado na ilha, disse que  tem dezenas de brasileiros em seu quadro funcional e acusa o blog de racismo e afirma que isso cheira a uma espécie de “linchamento”. Ele denuncia que blogueiro quero acabar com a presença dos brasileiros em Martha´s Vineyard.

Martha´s Vineyard tem uma população estimada em 16.535, mas no verão este número sobe para 100 mil. Desde meados da década de 80, as pessoas que visitam o local durante a alta temporada têm sido ajudadas pelos brasileiros e pesquisas apontam que cerca de um terço dos bebês nascidos na ilha são de mães brasileiras.

Uma associação brasileira local estima que 3.500 brasileiros vivem na ilha.

O blogueiro acusa a presença de indocumentados para justificar a alta no custo de vida e queda no salário dos trabalhadores. Já o presidente da Oak Bluffs Association, Dennis daRosa, afirma que o trabalho oferecidos pelos imigrantes é primordial e contribuiu muito para o crescimento da ilha. “Sem eles, estaríamos em pior situação e não teríamos como abrir as portas do nosso comércio para visitantes e o turismo”, fala.

Fonte: (da redação)