Publicado em 1/07/2011 as 12:00am

Brasileiros encontram novo caminho para adentrar os EUA

CAMIMHO

Por Murilo Silva

Para atravessar, com menor risco,  os Estados Unidos ou mesmo para fixar residência,  o Canadá tem crescido na preferência dos imigrantes brasileiros que querem viver em um país de primeiro mundo, e que não conseguem o visto para os EUA, ou tem medo de virem pela fronteira mexicana.

Jean é um canadense da região francesa (Estado de Quebéc), e tem uma profissão que há muito tempo é conhecida no México, ele é um Coiote. O canadense cobra 5 mil dólares (cerca de 8 mil reais) para fazer a travessia daqueles que se dispõem a atravessar do Canadá para os EUA por via marítima, uma viagem que dura em torno de 45 minutos e que é bem diferente das dificuldades enfrentadas na fronteira mexicana. Ele fez, no mês de março, a travessia do brasileiro Antônio, que vivia nos EUA e precisou ir ao Brasil para resolver problemas urgentes que não podiam esperar. Uma vez no Brasil, Antônio tirou novo passaporte e conseguiu com facilidade o visto para visitar o Canadá, já que o visto americano era impossível para ele. No Canadá, utilizou os serviços de Jean e fez a travessia de lancha para os EUA, tudo muito rápido, fácil e sem complicações. Os nomes  citados nessa matéria  foram trocados, para preservar a identidade das pessoas que relataram ao BT a sua história.

Atravessar do Canadá para os EUA está cada vez mais se tornando comum para brasileiros que não conseguem visto para os EUA, e até mesmo para aqueles que já moraram aqui e que dominam o inglês, o que facilita muito a viagem por este caminho. Os motivos para que isto aconteça são vários, entre eles, os perigos da fronteira mexicana e as dificuldades de conseguir vistos para os EUA, principalmente para quem já tentou uma vez e não conseguiu. Outro motivo é geográfico, ja que a fronteira dos EUA com o Canadá (8.891 km) é quase 3 vezes maior do que a fronteira dos EUA com o México (3.169 km), com muito mais pontos de travessia e bem menos policiada. Tudo isso faz com que mais e mais brasileiros tentem alcançar os EUA através do Canadá.

Conseguir um visto de turista para o Canadá é quase tão difícil como conseguir um para os EUA, porém, por outro lado, quem escolhe este caminho já sabe o que fez de errado quando da tentativa de conseguir o visto americano e se prepara melhor, e com isso, acaba conseguindo o visto canadense. Outro fator é que o Canadá só tem consulado no Brasil na cidade de São Paulo, e aceita que despachantes façam o serviço para os moradores de outros estados, e estes orientam bem os aplicantes a visto, facilitando a obtenção do mesmo.

Outra opção que muitos brasileiros também tem seguido, é o de conseguir o visto de residente permanente para o Canadá, já que lá eles permitem que brasileiros apliquem para o Green Card canadense, e com isso, imigram legalmente para o Canadá, podendo ir e vir aos EUA e ao Brasil conforme sua vontade. Para conseguir a documentação canadense, o brasileiro tem que seguir as orientações contidas no site da imigração do país (www.cic.gc.ca), e conseguir também a ajuda de um despachante, o que facilita muito a aplicação.

Gustavo e Held, naturais de Brasília, há um ano vivem no Canadá, conseguiram a residência permanente e vivem na parte francesa, na cidade de Montreal, que fica a menos de 6 horas de viagem de Boston(MA). Além do Green Card, o casal conseguiu bolsas de estudo no país, sendo que Gustavo faz doutorado na Universidade de Montreal e Held faz mestrado na área de biblioteconomia. Os dois tem planos de fixar residência permanente no país, mesmo depois do final dos estudos, e ressaltam o quanto é diferente viver em um país desenvolvido, em quantas oportunidades existentes que o Brasil não oferece.

O Canadá é um país que está entre os de maior qualidade de vida do mundo (segundo o Índice de Desenvolvimento Humano - IDH), e apesar de ser um dos maiores em extensão territorial, tem uma população relativamente pequena, e que está envelhecendo, surgindo então a necessidade de atrair novos imigrantes e sendo que o perfil preferido é o de famílias, com pais na faixa etária de até 40 anos de idade, e com algum tipo de especialização. Uma característica marcante do Canadá é que ele possui duas línguas oficiais, o inglês e o francês, sendo que este último é falado no estado do Quebéc, que é um estado com grande autonomia, e pode ser considerado um país dentro de outro país. A capital Otawa é uma cidade que fala as duas línguas, mas o resto do país fala o inglês.

Para os brasileiros que vivem legalmente nos EUA visitar o Canadá pode ser uma opção de turismo muito boa, já que o país oferece lindas paisagens bem diferentes das encontradas nos EUA e ainda a facilidade de ir e vir de automóvel, já que está logo ali. O país também conta com uma grande comunidade brasileira, que mesmo pequena em comparação aos EUA , é bastante organizada e tradicional.

De uma forma ou de outra, o Canadá é um país que deve cada vez mais estar nos planos dos brasileiros que tem na América do norte a sua referência ou até mesmo os EUA como desembarque final.


Fonte: (da redação)