Publicado em 6/07/2011 as 12:00am

Brasileiro morre de infarto durante celebração do 4 de julho

O capixaba Graziel Leonardo da Fonseca, de 32 anos, foi vítima de um infarto fulminante enquanto festejava o 4 de julho em lago de Dover/NH

Durante as celebrações da independência dos EUA, ocorrida nessa segunda-feira(04), uma tragédia abalou a comunidade brasileira de Newark – NJ. O capixaba Graziel Leonardo da Fonseca, de 32 anos, foi vítima de um infarto fulminante enquanto festejava no lago de Dover – NH.

A notícia foi recebida com choque e surpresa por amigos e entes familiares. Com uma vida regrada e saudável, o brasileiro praticava esportes e sempre cuidou da alimentação, não apresentando sinais de problemas coronários. “ Ele era muito ativo, estava sempre de bem com a vida, nunca apresentou nenhum problema aparente de saúde” afirmou um parente do brasileiro, que preferiu não se identificar.

Residindo há seis anos nos EUA, sendo boa parte do tempo em New Jersey, Graziel deixou a sua cidade natal, Vitória no Espírito Santo, para tentar o sonho americano como outros milhões de brasileiros. Ele trabalhava em uma oficina mecânica, e estava sempre presentes em eventos da comunidade brasileiras, principalmente festas. “ Sempre que tinha folga, ele ia ao lago de Dover, para as praias mais próximas, adorava esquiar. Ele estava sempre fazendo alguma coisa saudável e relacionada a esportes” completa a parente da vítima.

 

O corpo de Graziel ainda se encontra no Hospital de Dover, e a família ainda não sabe como realizará o velório e o funeral. O translado do corpo para o Brasil está sendo analisado, mas o momento ainda é de tentar assimilar a tragédia. “ Estamos todos muito abalados ainda. Não tivemos condições de decidir ainda o que será feito a partir de agora. Mas o envio do corpo para o Brasil é uma possibilidade sim” afirma o parente.

 

Caso é segunda morte de brasileiro esse ano nas proximidades de Newark

O jovem músico Gustavo Cunha, perdeu a vida na estrada depois da colisão entre dois veículos numa via em contramão  no dia 9 de maio,  na cidade de Newark/NJ. O residente de Elizabeth, Gustavo Cunha, de 23 anos, era o passageiro num Mazda quando um Toyota 4Runner em contramão bateu em alta velocidade no seu veículo.

O acidente passou-se em Newark na Route 1 e 9.  Cunha foi declarado morto assim que a assistência médica chegou ao local do acidente. Natural do Rio de Janeiro, Gustavo Cunha era um promissor guitarrista que tocava na banda de Death Metal Carnal.  A sua banda tocou em vários bares na região de Newark e encontrava-se neste momento em preparação para a gravação de um novo álbum, tendo uma base de fãs considerável por toda New Jersey. Assim que o fatídico acidente foi divulgado, os familiares e amigos invadiram a sua página de Facebook para deixar condolências.

Fonte: (da redação)