Publicado em 18/07/2011 as 12:00am

Vice-governador de MA critica programa anti-imigrante

O vice-governador de Massachusetts, Tim Murray, afirmou que o trabalho de conter a Imigração é um dever do governo federal, e defendeu a decisão do governo do estado em não assinar o Secure Communities

Em encontro realizado em Framingham – MA na última semana, o vice-governador de Massachusetts, Tim Murray, defendeu a posição do governador Deval Patrick em não assinar o programa Secure Communities, em meio a indagações de oposicionistas e defensores da lei anti-imigrante.

Presente a um encontro que discutia os projetos de verão do governo do estado para a região Metrowest, o governador não conseguiu evitar as perguntas sobre imigração, principalmente pelo grande contingente populacional de imigrantes na região. Aberta ao público, o seminário contou com a presença de americanos residentes na região. Peri Lamb, que reside em Holliston, questionou o vice-governador acerca da possibilidade de o estado assinar a expansão do Secure Communities. “ Essa decisão (de não assinar a lei) é estúpida, eu acho que todos nós(residentes) iríamos nos sentir mais seguros se ela passasse” opinou a americana, que pontuou que teme a ação de ‘gangs’ da região de Framingham, como a MS-13, formada por imigrantes. “Infelizmente, o programa contém vários problemas que devem ser resolvidos e discutidos antes de colocado em prática” disse o governador, segundo o portal Metrowestdailynews. 

Murray ainda questionou a legitimidade de se deportar um imigrante indocumentado sem histórico criminal e que cometeu infrações leves e pequenas. “Isso é uma obrigação do governo federal. Mas estamos responsáveis pelos criminosos graves, que realizam infrações violentas. Esses nós estamos trabalhando para apreender, sem dúvida” completou.

Prefeito de Boston é mais novo aliado na campanha contra o Secure Communities

Após várias demonstrações de discordância do meio político do país acerca do real resultado do programa Secure Communities, incluindo o governador de Massachusetts, Deval Patrick, e o prefeito de Nova York, Michael Bloomberg, o prefeito de Boston, Thomas Menino, revelou no dia 11, que deseja cancelar a aplicação piloto do programa na cidade. Segundo Menino, ele só mudará de opinião caso o ICE garanta que somente criminosos perigosos serão deportados sob aplicação da medida.

Em carta enviada ao Departamento de Segurança Pública, o prefeito Menino afirma que a aplicação do programa tem prejudicado as relações entre as autoridades de segurança da cidade e as comunidades residentes, prendendo  e deportando imigrantes por infrações leves e coibindo a denúncia de crimes. “ Da maneira como tem sido aplicado nesse momento, o Secure Communities está diminuindo a confiança da nossa comunidade ( na polícia),  um item fundamental na construção de uma ferramenta  eficaz na manutenção da segurança pública” escreveu o prefeito. “O programa deve ser mudado substancialmente ou ser cancelado” concluiu Menino.

Fonte: (da redação)