Publicado em 17/08/2011 as 12:00am

Chefe de polícia em MA se opõe a programa anti-imigrante

"Pessoas que não criminosas estão sendo presas e deportadas, por causa do Secure Communities" afirmou Mark Leahy

Após a recusa de diversos prefeitos e governadores ao longo do país em assinar o programa Secure Communities, mais um município de Massachusetts se opõe à medida. O chefe de polícia de Northborough, Mark Leahy, afirmou em conferência com residentes na segunda-feira(15), que o ‘programa não deveria ser aplicado na cidade, pois em vez de ajudar, vai prejudicar o trabalho da polícia’.

Durante encontro com os conselheiros do município, o chefe de polícia foi indagado por um residente acerca do assunto, e revelou a sua posição contrária ao programa. Durante a sua explicação, vários presentes não esconderam a sua discordância com o chefe de polícia, balançando a cabeça em sinal de revolta. “ Isso (o programa), não ajuda o trabalho da polícia. Se as pessoas se recusam a falar conosco e denunciar crimes, isso só prejudica qualquer tipo de investigação” afirmou ele, que teme que se perca o laço de confiança entre as autoridades policiais e a comunidade.

Para ilustrar o seu posicionamento, ele citou um recente incidente envolvendo um imigrante que foi vítima de um crime, e preferiu se manter ferido nas ruas de Chelsea, ao invés de reportar o caso para a polícia. Leahy, que é o presidente da Associação dos Chefes de Polícia de Massachusetts, afirmou que Boston é a única cidade do estado a aplicar o programa, e que mesmo assim, está tentando cancelar a sua vigência.

Ele ainda causou polêmica ao afirmar que as autoridades federais estão ‘fazendo uma grande confusão’ na tentativa de aplicar a medida. “Continuamos a ter pessoas presas e eventualmente deportadas, que não são criminosas” completou, segundo o portal Wicked Local. O residente, que propôs a discussão do tema, discordou do chefe de polícia, afirmando que ‘ a prioridade da cidade seria zelar pela segurança de seus residentes, ao invés de se preocuparem com os indocumentados’. “ Nós somos todos imigrantes” afirmou o conselheiro Bill Pantazis, em defesa a Mark Leahy.

Segundo requisição do ICE e do governo Obama, o Secure Communities deve ser aplicado em todo o país até 2013. Nesta semana, o presidente declarou seu apoio ao programa. “Os diretores do Immigration Customs Enforcement - ICE tem focado na prisão de criminosos perigosos ao país e este programa serve para gerar segurança às nossas comunidades”, explica. O presidente reconheceu o empenho dos legisladores hispânicos em aprovar uma reforma, mas acrescentou que nada será feito enquanto não houver uma união maior entre as divisões políticas. “Enquanto isso, precisamos garantir a segurança para as nossas comunidades, pois entre os imigrantes trabalhadores existem aqueles que só querem fazer o mal”, disse salientando que a intenção não é atingir as famílias de bem.

Fonte: (da redação)

Top News