Publicado em 31/08/2011 as 12:00am

Brasileiros se unem contra Agências de Trabalhos Temporários

Centenas de pessoas vão se manifestar nas ruas de Boston, no Dia do Trabalho

Do mesmo modo que os Freedom Riders (Corredores pela Liberdade) desafiaram Jim Crow há 50 anos, no dia 1 de Setembro trabalhadores temporários e seus aliados farão caminhada semelhante para pedir melhores condições de trabalho, e exigir o fim de práticas de exploração.

Mais de 200 trabalhadores do oeste de Massachusetts e representantes sindicais, vão se unir a líderes comunitários e organizações trabalhistas e religiosas, para a manifestação. Os manifestantes sairão de vans e carros pelas ruas de East Boston até uma outra agência situada em South Boston. O grupo planeja chamar a atenção para as violações trabalhistas praticadas pelas agências.                                                                                        

 Um estudo recente da Universidade de Massachusetts revelou que um grande número de trabalhadores de agências de empregos temporários estão sendo explorados pela falta de regulamento. Essas agências oferecem pouca informação aos trabalhadores sobre seus empregos, os explora, e mais grave, não atentam para as condições perigosas de trabalho, sem oferecer tratamento adequado no caso de acidentes. A pesquisa mostra que aproximadamente 25 mil trabalhadores foram afetados por esses empregos no estado.

Entre as etapas do protesto está sendo organizada uma peça teatral, e em seguida os trabalhadores seguiram numa caravana dentro de ônibus.  Em South Boston, haverá uma coletiva de imprensa para explicar o projeto de lei da Câmara Estadual, B1393, que exige melhores condições para os trabalhadores contratados de forma temporária.

                                                                                                                                                                                                                             O evento contará com a presença dos deputados estaduais Martin Walsh (D. Dorchester), Nick Collins (South Boston), Linda Dorcena Forry (Dorchester), o senador Jack Hart (South Boston and Dorchester), Mirna Montano, da Massachusetts Coalition for Occupational Safety and Health, Yessenia Alfaro, da Chelsea Collaborative, e os trabalhadores temporários Javier Viera, German Ponce, Evelyn Zanabria e Jose Navarro. Os protestos se iniciam às 10am no Central Square Park (Liberty Plaza), em East Boston e às 11am no Iron Workers Hall, 195 Old Colony Road, em South Boston.

Fonte: (REAL Coalition)