Publicado em 2/09/2011 as 12:00am

Brasileiros falam sobre a passagem de Irene pelo EUA

Segundo alguns brasileiros, 'Irene não causou o estrago esperado'

Por Larissa Gomes


No último fim de semana, o furacão Irene passou nos Estados Unidos e devastou muitas cidades, causando queda de energia, estrago na infraestrutura e enchentes ao longo de toda a região leste do país. Em Massachusetts, Irene chegou com pouca força,  rebaixado à categoria de Tempestade Tropical, e segundo os brasileiros, a expectativa era de um estrago e prejuízos muito maiores.

 

Éderson Vieira, residente em Malden (MA) há 13 anos e natural de Governador Valadares (MG)

 

"Os americanos são muito precavidos, os metereologistas e os orgãos competentes fizeram um bom trabalho, e as pessoas que estavam em áreas de risco tiveram tempo suficiente para evacuá-las. Não tenho medo de furacões e não deixaria de morar nos EUA por isso. Riscos, todos nós corremos em qualquer lugar. No Brasil tenho mais medo de violência do que dos furacões daqui. Em Massachusetts estou mais seguro do que qualquer parte do Brasil"

 

Rodrigo Teixeira, reside em Everett – MA e é natural de Blumenau (SC)

"Na minha cidade (Blumenau) é pior do que aqui. Eu me sinto mais seguro residindo nos EUA, do que no Brasil, em qualquer situação. A tempestade não me colocou medo, os americanos se preparam muito bem para ocasiões como esta"

 

Eustácio Coelho, residente em Malden (MA) há 23 anos e natural de Governador Valadares (MG)

 

"Eu estava em New Hampshire e por lá só tivemos ventos fracos. De qualquer forma, não tive medo do furacão. Não temo terremotos ou furacões, me seguro em Deus e a natureza é assim mesmo. Vamos esperar o próximo, que estão dizendo que chegará neste fim de semana, mas não me preocupa de qualquer maneira"

 

Samuel Ferreira, residente há 10 anos em Revere (MA) e natural de Conselheiro Pena (MG)

"Para mim isso é normal, morei na Flórida em 2005 e tivemos um muito pior, Wilma, esse sim fez estragos e matou muita gente. Aqui em Massachusetts furacões não são comuns, mesmo assim, tudo está nas mãos de Deus e segundo a bíblia, tempestades piores ainda estão por vir"

 

Cláudia Santos, residente em Malden – MA há 17 anos, e natural de Governador Valadares (MG)

 

"Irene não me chocou, não tenho medo dos fenômenos da natureza. Eu estava em casa no domingo e não fiquei sem luz e não fugi do furacão, pois sabia que ele não seria devastador. Confio em Deus e quem tem fé, nada teme"

 

 

Gilson Matos, residente em Everett (MA) há 5 anos e natural de Urupá (RO)

 

 "Furacão? Onde? Aqui? Não, aqui não teve furacão, eu trabalhei normalmente no domingo passado, nada aconteceu, pelo menos não em Everett. Eu não tenho medo de nada, nem furacão nem terremoto, talvez por nunca ter visto um de verdade"

Fonte: (da redação)

Top News