Publicado em 6/09/2011 as 12:00am

Brasileiro pode ser condenado a 765 anos de prisão

Claudio Vidal, foi preso em operação para combater a pornografia infantil. No computador do brasileiro foram encontrados diversos vídeos e fotos de meninos e meninas menores de idade

Com um mandado de prisão, a polícia de Boca Raton, na Flórida, foi até o apartamento de Claudio Vidal, para prendê-lo pela acusação de envolvimento com material sobre pornografia infantil. Ao entrarem no local, os policiais encontraram o computador do brasileiro no momento em que ele estava baixando arquivos pornográficos da internet.

A investigação faz parte de uma operação montada pelo Condado de Palm Beach para combater a prostituição infantil. Durante uma investigação, um IP de computador chamou a atenção pela quantidade de “downloads” de arquivos com fotos de crianças nuas. Um destes arquivos “baixados” era um vídeo em que um homem mantinha relação sexual com uma menina de apenas nove anos de idade. Isso foi o suficiente para os policiais pedirem a prisão do brasileiro.

No momento da prisão, o brasileiro admitiu que baixou o vídeo de sexo contendo uma criança. Quando a policia entrou no quarto de Claudio, encontrou mais arquivos pornográficos envolvendo menores.

Claudio tem 50 anos de idade disse à polícia que tem milhares de vídeos, mas que quando encontra arquivos que tenham pornografia infantil, ele apaga no mesmo instante. Mas os investigadores relataram que o brasileiro afirmou ser sabedor o que é e o que não é pornografia envolvendo crianças. No computador dele foram encontrados diversos vídeos e fotos de meninos e meninas com idade de no máximo 10 anos de idade.

Enquanto aguarda o julgamento, Vidal foi colocado sob prisão domiciliar, proibido de ter computador e qualquer acesso à internet, além de não ter contatos com menores de idade e foi obrigado a entregar seu passaporte. Caso venha ser condenado, ele poderá pegar a pena máxima de 765 anos de prisão.

Fonte: (avozdoimigrante.wordpress.com - Luciano Sodré)