Publicado em 9/09/2011 as 12:00am

Brasileiro procurado pela polícia dos EUA fugiu para o Brasil

David foi preso em julho deste ano pela acusação de traficar entorpecentes e estava em liberdade condicional aguardando o julgamento

O brasileiro David Brito, natural do Espírito Santo, e que trabalhava como policial no departamento de Boyton Beach, na Flórida, fugiu para o Brasil. Esta informação foi divulgada no início desta semana pela Procuradoria dos Estados Unidos. Com isso ele evita, temporariamente, responder pelo crime de tráfico de drogas, haja vista que a Constituição Brasileira impede que seus cidadãos sejam extraditados para serem julgados em outros países.

David foi preso em julho deste ano pela acusação de traficar entorpecentes e estava em prisão domiciliar aguardando o julgamento. Ele quebrou a tornozeleira eletrônica, no dia 24 de agosto, e desde então uma caçada foi armada pelos agentes federais nos sentido de encontrá-lo. A principio acredita-se que ele estaria escondido nas florestas do Tennessee, Georgia ou Carolina do Norte.

Mas nesta semana, as investigações apontaram que ele viajou no mesmo dia em que quebrou a tornozeleira, O nome do brasileiro consta na lista de passageiros que saiu de Miami em direção ao Brasil.

Com a fuga, caso esteja realmente no Brasil, ficará mais difícil julgar o brasileiro, baseado no artigo da Constituição brasileira que proíbe a extradição de qualquer cidadão para outro país. Mesmo assim o Governo dos Estados Unidos pretende formular o pedido para extraditar o capixaba.

Brito estava enfrentando um julgamento que poderia terminar com a sua condenação a prisão perpétua. Ele adquiriu conhecimentos sobre técnicas utilizadas para rastrear fugitivos e pode estar usando isso a seu favor. “David sabe qual será o passo dado pelos seus perseguidores e isso dificulta a sua captura”, disse um dos investigadores.

Uma das medidas adotadas pela polícia para pressionar o brasileiro a se entregar foi o bloqueio de seu pagamento. “Ele recebe $52,979.00 por ano e agora para ter acesso ao seu vencimento, deverá vir pessoalmente ao departamento”, disse o porta-voz do departamento policial, Stephanie Slater.

Fonte: (avozdoimigrante.wordpress.com - Luciano Sodré)

Top News