Publicado em 12/09/2011 as 12:00am

Mãe ajudou policial brasileiro a fugir para o Brasil

O brasileiro David Brito, que no ano passado recebeu o título de "Policial do Ano", foi preso em julho deste ano pela acusação de comercializar entorpecentes

O policial David Brito, que trabalhava no departamento de Boynton Beach, na Flórida, teria recebido ajuda de sua mãe para conseguir fugir para o Brasil. Ele estava em prisão domiciliar e aguardava julgamento pela acusação de tráfico de drogas, o que poderia lhe render prisão perpétua nos Estados Unidos.

A suspeita de que ela teria ajudado a filho na fuga foi levantada na sexta-feira (09), depois que os investigadores descobriram que o brasileiro conseguiu embarcar para o Brasil, mesmo com o seu passaporte retido. Acredita-se que ele tenha conseguido um outro tipo de documento que lhe possibilitou viajar. David é natura do Espírito Santos e desembarcou primeiro em São Paulo.

O brasileiro, que no ano passado recebeu o título de “Policial do Ano”, foi preso em julho deste ano pela acusação de comercializar entorpecentes. Ele estava aguardando o julgamento na casa de sua mãe, usando uma tornozeleiria eletrônica. Mas no dia 24 de agosto ele quebrou o equipamento e desapareceu antes da chagada da polícia.

A princípio, todos trabalhavam com a hipótese de que ele estaria escondido em alguma floresta no tennessee, Georgia ou Carolina do Norte, devido a Tribunal ter retido o passaporte. Mas nesta semana foi descoberto que ele conseguiu embarcar rumo ao Brasil. Os investigadores, agora, querem descobrir como ele conseguiu o documento para viajar, haja vista que estava impossibilitado de sair da casa da mãe.

Com a fuga para o Brasil, fica mais complicado a Justiça dos Estados Unidos conseguir julgá-lo, pois a Constituição proíbe a extradição de cidadãos brasileiros para serem julgados em outros países.

Fonte: (da redação)