Publicado em 19/09/2011 as 12:00am

'Começa a temporada de caça aos vistos vencidos'

A ideia inicial é ampliar a fiscalização para saber quem ainda está residindo no país, mesmo com a ordem de permanência expirada

Poucas semanas depois de ter anunciado que cancelaria centenas de milhares de deportações, a administração do presidente dos Estados Unidos, Barack Obama, anuncia que fechará o cerco aos imigrantes com vistos vencidos. A ideia inicial é ampliar a fiscalização para saber quem ainda permanece no país, mesmo com a ordem de permanência expirada.

Para isso um sistema foi criado, o qual já identificou dezenas imigrantes que desrespeitaram a permanência no país e com isso tornaram-se indocumentados. O coordenador das ações contra o terrorismo, do Departamento de Segurança Interna (DHS, sigla em inglês), John Cohen, afirma que estas pessoas, mesmo tendo entrado pela porta da frente “são indocumentadas e devem responder como qualquer imigrante em situação ilegal no país”.

Ele salienta que o programa prevê prender e tirar de circulação apenas àqueles que têm vistos vencidos, mas que representem um perigo à segurança dos cidadãos dos Estados Unidos. O coordenador relembra que alguns dos 19 terroristas que atuaram no “11 de Setembro” estavam com seus vistos expirados.

A secretária do DHS, Janet Napolitano, disse que o novo sistema para registrar a saída dos imigrantes que entram no país onera um custo alto para o Governo, o qual tem preconizado por outras políticas de segurança. Mas para ela, controlar a entrada e saída das pessoas é de suma importância. “Desta forma poderemos identificar quantos e quem respeitaram a permanência e quantos permaneceram no país sem autorização”, explica.

Janet ressalta que somente agora o governo tomou conhecimento sobre a importância de fiscalizar rigorosamente a entrada e saída das pessoas. “Já cometemos muitos erros com políticas semelhantes no passado, mas agora com este novo sistema, poderemos saber quem entra no país e quantos respeitam o tempo determinado para permanência”, continua.

Segundo ela, o novo sistema possui uma maior capacidade de busca e “significa um passo enorme na busca pela proteção dos cidadãos dos EUA”. De agora em diante, Janet explica que o departamento checará, de forma automaticamente todos as variantes de status de imigração, seja turismo, trabalho, estudante, refugiado ou asilo. “Todos os vistos de entrada no pais passaram por uma fiscalização intensa e haverá uma equipe destinada a saber onde e quem são os imigrantes com vistos vencidos”, fala ressaltando que a grande preocupação é a presença de terroristas.

Cohen ressalta que foram registrados 1,6 milhões de imigrantes com vistos vencidos. Deste total, 800 mil se enquadraram no grupo daqueles que mudaram seu status ou deixaram o país. Os outros 800 mil continuam no país mesmo com a permanência vencida. “Este nomes serão colocados para investigação, pois entre eles pode haver pessoas que representem perigo à sociedade”, explica.

Fonte: (da redação)