Publicado em 21/09/2011 as 12:00am

Padre Jonas lamenta incêndio em Igreja

A Igreja de Santa Maria que faz parte da Paróquia da Sagrada Família, sofreu um grande incêndio na semana passada, comovendo a grande comunidade brasileira que frequenta o local.

A Igreja de Santa Maria que faz parte da Paróquia da Sagrada Família, sofreu um grande incêndio na semana passada, comovendo a grande comunidade brasileira que frequenta o local. Essa semana, o padre responsável por atender os brasileiros, Padre Jonas, revelou o seu lamento pelo ocorrido mas atentou que as missas não serão canceladas, com a construção de uma tenda que receberá os fiéis para a programação regular da paróquia.

Um incêndio que começou no porão e invadiu a parte superior da Igreja na semana passada, tomou de surpresa os brasileiros da região de Lowell. Os bombeiros foram chamados, mas o fogo já havia se alastrado pelo porão. O Sr. Pedro Burato, de Lowell, disse estava no local, com outros pais, e mais dez crianças, quando perceberam que estava saindo fumaça no porão. "Tudo foi tão rápido", disse um pai que não quis se identificar. Os pais encontraram o que parecia ser um pequeno foco de incêndio em um armário, e o Sr. Burato pegou um extintor  para combater as chamas. Ele disse ainda que pediu para que os outros pais saíssem da Igreja em busca de ajuda e ligassem para o 911 para chamar os bombeiros.

“Nós como cristãos celebramos a Páscoa de Jesus Cristo, não só como um mistério que aconteceu há algum tempo ou muito tempo atrás, mas também como um mistério que continua acontecendo na vida da gente e da nossa comunidade, ou seja, nós celebramos no meio de nós, o sinais de morte mas também de ressurreição. Certamente a nossa comunidade passou por um experiência pascal na semana passada, quando os pais das crianças da catequese estavam reunidos juntamente com os catequistas por volta da 6pm quando alguém percebeu que estava saindo fumaça de um dos armários onde se guarda o material da catequese. Enquanto se evacuava o prédio, um dos pais ainda abrindo o armário e vendo que havia fogo usou uns dos extintores para apagá-lo, mas não suficiente, e o porão foi totalmente  tomado pela fumaça. Graças a Deus todos conseguiram sair são e salvos do prédio sem nenhum tipo de ferimento” afirmou o padre Jonas, em comunicado.

O vice-chefe dos bombeiros Sr. Phil Lemire disse que quando eles chegaram no local, todas as pessoas já estavam fora do prédio, e uma fumaça negra e densa tomava conta da igreja a começar pelo porão. Segundo o bombeiro, o trabalho foi difícil, pois como o foco saia da parte mais baixa do prédio, o número de janelas não eram suficientes para que toda a fumaça saísse. “Em seguida chegaram os oficiais do Corpo de Bombeiros que travaram uma luta contra o fogo e de maneira muito difícil porque se tratava do basement onde não há muita ventilação. Nós soubemos que dois bombeiros passaram muito mal, eles ficaram desorientados e tiveram que ser resgatados de dentro do basement, devido a grande quantidade de fumaça e calor intenso. No domingo, 18, eu tive a oportunidade de descer até o basement que está lacrado e pude ver o tamanho e a extensão do incêndio, uma cena triste” completou o padre.

O Pe. Gil Boucher disse que a Igreja de Santa Maria fundiu com a Igreja Sagrado Coração de Jesus há vários anos, formando a Paróquia Sagrada Família. A comunidade brasileira também faz parte da paróquia, e foi esse grupo que se reunia no porão quando o fogo começou. "A melhor coisa a agradecer é, ninguém ficou ferido", disse o sacerdote.

Fonte: (da redação)