Publicado em 28/09/2011 as 12:00am

Falso 'coiote' dá cano em mineiros e foge com R$ 24 mil

Um falso coiote teria dado o calote em dez mineiros que estariam em Goiânia e tinham a promessa de emprego nos Estados Unidos

Mesmo depois da CPI de Emigração ter realizado uma fiscalização intensa sobre os empresários que fazem fortunas agenciando pessoas para emigrarem ilegalmente para os Estados Unidos, este mercado continua forte e cada vez mais ativo.

Na segunda-feira (26), um caso inusitado ocupou as notícias no Brasil. Um falso coiote teria dado o calote em dez mineiros que estariam em Goiânia e tinham a promessa de emprego nos Estados Unidos.

Eles saíram de Governador Valadares, em Minas Gerais, e chegaram à Goiana. O grupo foi recebido na rodoviária por um homem identificado por José Elias, o suposto “coiote”, o qual seria primo de um amigo das vítimas.

O agenciador teria exigido uma quantia de R$ 10 mil de cada um dos integrantes do grupo, mas como nem todos tinham a quantia solicitada, alguns pagaram mais e outros menos. Mas conseguiram juntar R$ 24 mil, valor entregue nas mãos do suposto “coiote“.

As vítimas registraram o caso no 1º Distrito Policial da cidade, na segunda-feira (26), e relataram que entregaram o dinheiro para José, o qual havia prometido havia prometido trabalho e Vistos. Os empregos, segundo as vítimas, seriam em uma empresa mineira que atua na área de hotéis, na cidade de New York, e os vistos teriam duração de 10 anos.

Para conseguir o dinheiro, eles realizaram empréstimos e venderam bens. As vítimas explicaram, na delegacia, que após entregarem a quantia, o “coiote” disse que iria trocar a moeda brasileira por dólar, mas desapareceu.

O grupo percebeu que se tratava de um estelionato quando o falso “coiote” não compareceu no encontro marcado para acertar os últimos detalhes do embarque, que aconteceria amanhã, dia 29.

Até agora a polícia conseguiu localizar o suspeito.

Fonte: (avozdoimigrante.wordpress.com - Luciano Sodré)