Publicado em 31/10/2011 as 12:00am

Tempestade de neve pega brasileiros de surpresa

Uma rara tempestade de neve em outubro avançou sobre a Costa Leste dos Estados Unidos no sábado(30), causou ao menos três mortes, deixou mais de 2 milhões de famílias

Uma rara tempestade de neve em outubro avançou sobre a Costa Leste dos Estados Unidos no sábado(30), causou ao menos três mortes, deixou mais de 2 milhões de famílias sem energia elétrica e forçou o cancelamento de voos de dezenas de companhias aéreas. Milhares de brasileiros foram pegos de surpresa, e também sofreram as consequ            ências do raro fenômeno.

Nova York, Nova Jersey, Connecticut e Massachusetts declararam estado de emergência do clima, devido à tempestade. "Esperamos que a neve continue a cair de Nova York até Maine. Até amanhã de manhã a maioria das áreas estará coberta," disse o meteorologista da AccuWeather.com Alan Reppert. Áreas com grande concentração de brasileiros, como Worcester e regiões próximas a New Hampshire, viram algumas das maiores concentrações de neve.

Estradas escorregadias causaram o acidente e morte de um homem dirigindo em Colchester, Connecticut, segundo Scott DeVico, porta-voz do Departamento de Gerenciamento de Emergências de Connecticut.

Em Temple, na Pensilvânia, um homem de 84 anos de idade foi morto quando uma árvore caiu sobre sua casa durante a nevasca, segundo o departamento de polícia.  Um homem de 20 anos também morreu eletrocutado em Springfield, Massachusetts, ao descer de seu carro e tocar uma cerca eletrificada, informou a polícia.  Embora neve em outubro não seja sem precedentes, esta tempestade deve bater recorde em termos de totais de neve.

A tempestade que começou excepcionalmente cedo quebrou um recorde de 1925 para o Central Park de Nova York, afirmou o AccuWeather.com. A estimativa era de que Nova York chegasse a 7,5-15 cm de neve antes de a tempestade perder força na noite de sábado, disse Reppert. Também nevou na capital dos EUA, Washington.

Queda de energia
Falta de energia generalizada causada pela neve, gelo e queda de árvores foi relatada a partir do Mid-Atlantic até Nova Inglaterra, deixando milhões de consumidores no escuro. Em algumas áreas, as interrupções foram maiores do que as causadas pelo furacão Irene, que deixou 5 milhões no escuro ao atingir a Costa Leste no final de agosto.

O aeroporto Internacional da Filadélfia e aerportos de Nova York registraram atrasos. Ao menos mil voos foram cancelados. O aeroporto Teterboro, em Nova Jersey, foi fechado por um período de tempo.

"É uma tempestade forte para outubro," disse o meteorologista Paul Walker da AccuWeather.com. "Nós não costumamos ver tempestades dessa intensidade."

Ocupe Wall Street
Em Nova York, a neve e o frio testaram a determinação dos manifestantes do "Occupy Wall Street", que protestam no local contra a desigualdade econômica.

Atingidos por ventos fortes, os manifestantes buscaram proteção em suas barracas instaladas no distrito financeiro de Manhattan, onde o movimento montou um acampamento há seis semanas, provocando dezenas de ocupações similares nos Estados Unidos. "Nós sabíamos que isso seria difícil. Nós não começamos isso como um verão do amor, é o inverno do descontentamento," disse Alan Collinge, 41 anos, colocando a cabeça para fora da barraca.  Hartford, Connecticut, Allentown, Pensilvânia, Worcester e Massachusetts estão entre as cidades que podem ser cobertas por 30 cm de neve, segundo meteorologistas.

Cidades ao longo da Costa Leste incluindo Allentown, Boston e Nova York têm normalmente a primeira queda de neve a partir do fim de novembro a meados de dezembro, segundo o Weather Channel.

Em Boston, a chuva se transformou em neve durante a noite, trazendo 10 cm para a cidade, segundo meteorologistas.

Fonte: (da redação)