Publicado em 11/11/2011 as 12:00am

Autor da Lei do Arizona perde eleição e deixa cargo

O senador Russell Pearce, autor da polêmica lei anti-imigrante do Arizona, foi rejeitado nas urnas e vai deixar o Senado para dar lugar a Jerry Lewis, que não apoia a medida

O polêmico senador estadual Russell Pearce, autor da lei SB1070 no Arizona, foi derrotado nas eleições especiais de revisão (que convocadas para avaliar a atuação do parlamentar depois de eleito) de terça-feira(08), por outro republicano,  Jerry Lewis, que apesar de conservador não apoia as políticas contra os imigrantes no estado.


Pearce é também presidente do Senado Estadual, e é parlamentar há dez anos. Foi ele o autor do projeto SB 1070, que em muita polêmica por exigir a verificação do status migratório por policiais no estado.  Logo após a aprovação do projeto, o Governo Federal interviu com uma ação contra ele. A lei foi bloqueada antes de entrar em vigor.

Com propostas menos radicais e menos conservadoras, Lewis conquistou o eleitorado e teve o apoio até de republicanos que eram críticos de Pearce e daqueles que buscam uma reforma imigratória.
Segundo ativistas, a derrota de Pearce se deu por conta de suas “posições extremistas”.

“Vamos guardar as bandeiras políticas”, disse Petra Falcon, diretora da ONG Promise Arizona, em um comunicado. “Estamos dispostos a trabalhar fora das linhas partidárias. Queremos candidatos, de quaisquer partidos, que se preocupem com o futuro de nosso grande estado: aqueles que respeitam e aproximam as diferentes comunidades, que atentem para a educação, para a criação de empregos e à construção de um melhor Arizona. Esperamos um diálogo produtivo com o senador Lewis”, completou Falcon.

A Promise Arizona contou com 300 voluntários para uma ação corpo-a-corpo, visitando mais de 7.000 casas na região, desde setembro, pedindo apoio a Lewis. O grupo contatou cerca de 2.000 eleitores latinos na terça-feira, encorajando-os a votar.

“Um ano e meio depois da aprovação da lei, e podemos dizer que a fronteira está mais segura que antes da passagem da lei? Acho que a resposta é não”, disse o recém-eleito Lewis. “Proteger a fronteira e garantir a segurança pública requerem que a polícia e nossos escritórios de sheriffs tenham os melhores recursos para combater os cartéis de crimes violentos. Nesse a aspecto, a SB 1070 é um fracasso”, acrescentou.

Mesmo com forte pressão da opinião pública, Pearce seguiu defendendo a sua proposta e leis mais acirradas contra os imigrantes do estado.


Pearce também esteve envolvido em suposta quebra de decoro eleitoral durante campanha. O senador foi citado numa denúncia envolvendo o Fiesta Bowl, um campeonato de futebol universitário acusado de contribuições políticas ilegais. Pearce teria aceitado $1.025 em ‘contribuição’ dos executivos do Fiesta Bowl, e foi acusado de receber presentes na forma de ingressos para os jogos.

Recém-eleito, Lewis planeja apresentar um projeto de lei abolindo a prática de presentear os legisladores, e promete medidas menos repressoras aos imigrantes  do estado.

Fonte: (da redação)