Publicado em 17/11/2011 as 12:00am

Brasileiro procurado nos EUA é preso em MG

Autor de vários roubos e golpes em Massachusetts e New Jersey entre 2007 e 2008, Rangeres Siqueira Vitor, de 31 anos, foi preso na última semana em Governador Valadares por suspeita de extorsão mediante sequestro

Protagonista de vários roubos e crimes em New Jersey e Massachusetts que aterrorizaram a comunidade brasileira há 4 anos, o mineiro Rangeres Siqueira Vitor, de 31 anos, fugiu para o Brasil, e parece não ter desistido da carreira como ‘fora-da-lei’. Ele foi preso na semana passada, em Ipatinga, por suspeita de assalto à mão armada e sequestro em uma joalheria e em uma Ótica da cidade.

Rangeres também se encontra na lista dos mais procurados de Massachusetts, e liderou gangs e esquemas de roubos que fizeram dezenas de vítimas em diversas cidades do estado, expandindo as ações criminosas até New Jersey, entre 2007 e 2008. Durante um saque de um cheque roubado em Woburn, ele foi flagrado pelo circuito de segurança do local, dando-se início a investigações acerca dos crimes realizados pelo mineiro. 

Segundo o site da polícia estadual de Massachusetts, o brasileiro arrombou pelo menos dois apartamentos em Watertown, levando televisores, laptops, dinheiros e cheques. Um dos cheques sacados foi o responsável pelo fim da sua rota do crime no estado.  Além de Watertown, Marlboro e Everett foram outras cidades escolhidas pelo brasileiro para os golpes.

Descrito por amigos como uma pessoa com um temperamento forte, ele trabalhava com construção civil e sempre era visto na presença de vários amigos em muitas festas brasileiras.

Uma das vítimas do brasileiro, o joalheiro Carlos Lima, afirma que o prejuízo foi mais de $300.000, em joias e peças feitas de ouro. No dia 17 de Agosto de 2007, Rangeres ligou para o empresário marcando um encontro em um apartamento em Everett, com um suposto interesse em comprar algumas de suas joias. Ao chegar ao local, foi surpreendido pela Gang liderada pelo mineiro, sendo amordaçado e amarrado, enquanto os ladrões guardavam as joias. “ Eles alugaram o apartamento especialmente para realizar o crime. Quando eu adentrei o local, não havia móveis nem nada, e de repente fui golpeado na cabeça, e imobilizado” afirma Carlos, que mesmo após 4 anos, ainda tem esperança que todos os envolvidos sejam incriminados. “Temi pela minha vida. Mas felizmente, eles foram embora e me deixaram por lá. Uma vizinha me viu pela janela e chamou a polícia. Mas era tarde demais, eles já tinham fugido” completa.

Crime em GV

Rangeres e outros três suspeitos foram presos no último dia 10, em Ipatinga - MG, sob acusação de autoria em um assalto à mão armada, com vítimas feitas de reféns em uma Ótica e uma Joalheria de Governador Valadares - MG. Após fugirem para Ipatinga, foram descobertos pelas autoridades por uma denúncia anônima. 

Rangeres e seus comparsas agora também enfrentam a acusação de extorsão mediante sequestro por conta do crime. O mineiro e sua namorada, Samella, foram pegos em flagrante em um quarto de hotel. Com eles foram descobertos objetos como relógios, cordões, pulseiras, brincos, braceletes, entre outras joias. O casal confessou o roubo e informou o paradeiro dos outros comparsas, que carregavam uma sacola contendo três celulares novos, um revólver calibre 32, R$ 5.520 em dinheiro, mais joias e uma pequena porção de maconha.

Fonte: (da redação)