Publicado em 18/11/2011 as 12:00am

EUA vão rever deportações para acelerar processos

O Departamento de Segurança Doméstica dos Estados Unidos deverá começar nesta quinta-feira(17) a rever todos processos de deportação de imigrantes indocumentados que estão pendentes, segundo revelou nesta quinta-feira o jornal "The New York Times".

O Departamento de Segurança Doméstica dos Estados Unidos deverá começar nesta quinta-feira(17) a rever todos processos de deportação de imigrantes indocumentados que estão pendentes, segundo revelou nesta quinta-feira o jornal "The New York Times".

De acordo com o jornal, o objetivo é acelerar a expulsão com prioridade dos imigrantes que foram condenados por cometer algum crime sério no país ou que coloquem a segurança nacional em risco, dando menos urgência aos processos de imigrantes que não têm registro criminal.

Para acelerar a triagem dos cerca de 300 mil processos pendentes, será realizado um programa nacional de treinamento de agentes da polícia e procuradores. Eles serão instruídos a suspender ou mesmo arquivar os casos de deportação que não se enquadrem na categoria de prioridade definida pelo Departamento de Segurança.

De acordo com um documento obtido pelo "NYT", os agentes judiciais dos serviços de imigração seguirão diretrizes sobre a contenção processual ao decidir sobre quais casos de deportação encaminhar com prioridade aos tribunais.

A nova política de deportações, que foi descrita em um memorando de 17 de junho, demonstra que a administração de Obama pretende reduzir as deportações de indocumentados que sejam estudantes jovens, militares em serviço, idosos e familiares próximos a cidadãos naturalizados norte-americanos ou nascidos nos Estados Unidos, entre outros.

Nos últimos três anos, o governo de Obama deportou cerca de 400 mil imigrantes indocumentados ao ano.

Fonte: (folha.com.br)