Publicado em 5/12/2011 as 12:00am

Presidenciável afirma: 'Deportem todos os indocumentados'

A pré-candidata republicana Michele Bachmann afirmou que 'todos os indocumentados devem ser deportados imediatamente'.

Em debate do canal de TV FOX News ocorrido no sábado(03), a pré-candidata  à vaga republicana nas eleições presidenciáveis do ano que vem, Michele Bachmann, afirmou que as leis migratórias não são cumpridas como deveriam no país,e que ‘todos os indocumentados devem ser deportados imediatamente’.

Segundo Bachmann, o país não deve ajudar àqueles que infringiram as leis dos EUA. “ Nós apenas precisamos aplicar as leis e realizar com mais rigidez os processo de deportação” afirmou.  Ela justificou a opinião afirmando que os indocumentados custam $113 bilhões todos os anos ao cofres públicos. “ 100% dos indocumentados tem que ser deportados” concluiu.

O candidato Newt Gingrich argumentou que discorda da medida, pontuando que a atitude poderia separar famílias e ter consequências desumanas.  Um recente estudo da Hispanic Pew Institute, mostrou que quase dois terços dos imigrantes que vivem nos EUA, residem no país há mais de 10 anos.  “Eu concordo, essa é questão mais delicada e difícil no tratamento dos imigrantes indocumentados. Mas o que falar das deportações? Eu acredito que deveríamos reforçar as leis da nação, e a deportação é um procedimento legítimo” afirmou.

Bachmann já disse que não perdoaria  ‘nem mesmo as crianças’

Durante uma parada da campanha que vem fazendo para representar o partido republicano em Iowa no mês passado, Michele Bachmann foi indagada por uma estudante latina da região, o que ela poderia fazer para beneficiar os filhos de imigrantes indocumentados. A candidata reiterou o seu posicionamento duro com relação ao tema, afirmando que o governo não deveria conceder a eles a cidadania, e que ela ‘não poderia fazer nada’ para ajudá-los.

“Os pais são aqueles que trouxeram eles para cá. Eles não tinham o direito legal de adentrar os Estados Unidos” disse ela. “ Nós não devemos nada a pessoas que burlaram as nossas leis vindo para o nosso país. A gente não deve nada a eles” afirmou a presidenciável.

Quando falou sobre o mesmo assunto em outra parada da campanha, ela foi ainda mais longe no tom de seu discurso, falando que gostaria de assinar uma lei proibindo de vez os filhos de imigrantes indocumentados de se tornarem cidadãos. “ Temos que acabar com esse programa de se ancorar nos filhos para ficar no país” afirmou a republicana.

Fonte: (da redação)