Publicado em 12/12/2011 as 12:00am

University of Miami convida brasileiro para palestra

O crescente interesse dos americanos em temas relativos à cultura, política, história e economia brasileiras fez o Brasil se tornar assunto instigante

O crescente interesse dos americanos em temas relativos à cultura, política, história e economia brasileiras fez o Brasil se tornar assunto instigante e agradável nas mais diversas salas de discussões nos EUA hoje em dia, seja em um teatro, em um cinema, em uma galeria de artes e principalmente em uma universidade.

Tal fato é tão comprovado que a Harvard University, de Massachusetts, tem em seu Centro de Estudos Latino-Americanos David Rockefeller o ‘Brazil Studies Program’, e o Massachusetts Institute of Technology tem o seu ‘MIT-Brazil’, a Columbia Univesity, de Nova York, tem seu ‘Brazil Center’ no Institute of Latin American Studies, e a School of International Studies da University of Washington criou seu ‘Center for Brazilian Studies’.

Na Flórida, onde existe uma grande diversidade étnica nas populações comparada às de Nova York, o interesse pelo Brasil é largamente percebido em vários aspectos, e a University of Miami há anos consegue selecionar os temas mais instigantes sobre o Brasil para apresentar a seus estudantes. Incluindo em seu recente calendário de palestras o assunto “Struggles of the Brazilian Landless Workers’ Movement MST for Agrarian Reform” , o Center of Latin American Studies e o Brazilian Club da University of Miami levaram para falar a seus estudantes o jornalista Gilvan De Sergipe, da sucursal do BT na Flórida.

Os estudantes puderam então conhecer melhor a história de lutas do MST, que é considerado o maior movimento social da América Latina, e que em seus 27 anos de atuação pela reforma agrária já conseguiu assentar 400 mil famílias de camponeses pobres. Gilvan, que um mês antes também teve participado de uma palestra similar dada na Biblioteca de Weston, no condado de Broward (FL),  para estudantes americanos, latinos e europeus, mostrou através de fotografias o dia-a-dia em um acampamento do MST. A exposição dos registros fotográficos acendeu ainda mais o interesse dos estudantes e causou excelente debate ideológico sobre a questão.

O resultado positivo da palestra ficou confirmado com um novo convite, que a professora Tracy Devine Gusmán, do Department of Latin American Literary and Cultural Studies, fez ao jornalista. Atendendo ao pedido, Gilvan de Sergipe estará, novamente na University of Miami, em nova palestra sobre o tema ‘Cidadania’, em janeiro de 2012, quando falará sobre dignidade para os pobres e excluídos.

Fonte: (da redação)