Publicado em 19/12/2011 as 12:00am

Romney propõe caça a empregadores de indocumentados

O presidenciável Mitt Romney lidera a corrida pela vaga republicana para disputar a presidência dos EUA

O presidenciável republicano Mitt Romney declarou na quinta-feira (15), que em seu programa de governo estão duras mudanças no tratamento aos empregadores de imigrantes indocumentados. A afirmação foi dada durante um debate no canal de TV Fox News,  e o ex-governador de Massachusetts garantiu que não dará sossego para quem “vive nas sombras”.

Ele explicou que pretende apresentar uma proposta para a criação de um sistema que proporcionará cartão de identidade para imigrantes em situação legal e exigir que todos os empregadores executem a verificação do “status” de seus funcionários.  “Quem não cumprir, sofrerá sériassanções” afirmou.

O presidenciável deixou claro em sua proposta de combate à imigração ilegal que em seu governo, caso venha a ser o candidato eleito, os indocumentados sofrerão uma pressão tamanha que serão forçados a deixarem o país por conta própria.

Alguns defensores de imigrantes já se manifestaram contrários a esta ideia. De acordo com o Pew Research Center, cerca de 70% dos imigrantes indocumentados vivem nos Estados Unidos há mais de 10 anos e já constituíram família. Um dos ativistas que critica duramente a posição do presidenciável é o diretor-executivo do National Immigration Forum Action Fund, Ali Noorani, o qual ressaltou que muitas famílias de imigrantes serão destruídas se o plano de Mitt Romney for colocado em prática. “O que realmente precisamos é a criação de um sistema que beneficie os imigrantes que contribuem para a economia norte-americana e o crescimento deste país”. disse.

Líder republicano

O candidato republicano à eleição presidencial dos Estados Unidos, Mitt Romney, que já liderou e foi o mais cotado para representar os republicanos nas eleições presidenciais, está de volta à liderança.

Menos de três semanas antes que a batalha dos republicanos, de estado em estado, comece em Iowa para encontrar o melhor oponente ao presidente Barack Obama, as pesquisas mostram que o apoio ao seu principal rival, Newt Gingrich, já pode estar diminuindo.

Fonte: (da redação)