Publicado em 28/12/2011 as 12:00am

Acusado de matar brasileira será julgado no México

O corpo da brasileira Mônica Beresford-Redman foi encontrado em abril do ano passado em Cancun-México, dentro de uma caixa d'água e com sinais de estrangulamento

O americano Bruce Beresford-Redman, de 40 anos, produtor da série de TV "Survivor", que é acusado de matar a esposa brasileira Mônica Beresford-Redman em Cancún - México em abril de 2010, será julgado no país pelo incidente, segundo informaram os seus advogados nessa terça-feira(27). Ele será extraditado dos EUA para o México para responder pelo crime.

O americano optou por não apelar da decisão de um juiz federal de Los Angeles, que pediu a sua extradição ao México. “Estamos decepcionados com a decisão do tribunal”, afirmaram em comunicado os advogados de defesa Richard Hirsch e Vicki Podberesky. “Bruce decidiu não apelar da decisão e retornar ao México para se defender das acusações contra ele. Ele é inocente, e espera seja realizado um processo justo que, temos certeza, o colocará como inocente”, completaram. Bruce reside atualmente na California e está em liberdade.

O procurador-adjunto Justin R. Rhoades afirmou na ordem de extradição expedida,  que o produtor teria matado sua mulher por três motivos: para receber o seguro de vida dela, obter a custódia das crianças e continuar uma relação extraconjugal com uma de suas colegas de trabalho.

O corpo de Mônica foi encontrado em Abril do ano passado, dentro de uma caixa d'água e com sinais de estrangulamento, de acordo com policiais ouvidos pela reportagem. Segundo o marido, que havia denunciado o desaparecimento da mulher, ela saiu de casa para passear na segunda e não retornou ao hotel Moon Palace.  O casal estava em Cancún para comemorar o aniversário de Mônica, que tinha sido comemorado pela manhã, em companhia de seus dois filhos mais novos.

Fontes da polícia afirmaram que o produtor tinha arranhões no pescoço e um funcionário do hotel presenciou uma dura discussão entre ele e a mulher.  O promotor de justiça Francisco Alor, que assumiu a acusação, disse ao jornal "Reforma" que o produtor americano foi detido à época como " suposto responsável" pelo crime, e que o corpo da mulher foi encontrado a 80 metros do quarto do casal. De acordo com Alor, Mônica apresentava uma marca na cabeça e a provável causa de sua morte foi por "estrangulamento".  

Policiais que faziam a investigação disseram que Carla Burgos, irmã de Mônica, revelou às autoridades que a viagem do casal era de "reconciliação".

Em junho de 2009, a turista britânica Julia Howard, de 77 anos, desapareceu também do hotel Moon Palace e foi encontrada morta dias depois em uma região próxima. O luxuoso hotel fica na estrada Cancún-Puerto Morelos, distante cerca de 15 km do aeroporto internacional da cidade, o principal destino turístico do México.

Beresford-Redman também criou e produziu a série do canal MTV "Pimp My Ride" e os programas "Crash Course" e "The Contender"

Fonte: (da redação)

Top News