Publicado em 9/01/2012 as 12:00am

Obama propõe reduzir tempo de perdão para indocumentados

Os indocumentados que entraram pelo México e se casaram com cidadãos norte-americanos eram obrigados a esperar até 10 anos pela legalização. Com o anúncio do presidente, este período de espera poderá ser reduzido a meses ou semanas

A administração do presidente dos EUA, Barack Obama, apresentou uma proposta que poderá beneficiar dezenas de brasileiros que viviam ilegalmente nos Estados Unidos.

Os indocumentados que entraram pelo México e se casaram com cidadãos norte-americanos eram obrigados a esperar até 10 anos em seu país de origem pela legalização. Da mesma forma os filhos indocumentados de pais legalizados.

Mas com o anúncio do presidente, este período de espera poderá ser reduzido a meses ou semanas. A administração entende que ficar 10 anos separados da família pode trazer transtornos e prejudicar os laços emocionais entre os familiares.

A regra proposta altera o período de espera pelo visto, mas não a obrigatoriedade do imigrante sair dos Estados Unidos e aguardá-lo em seu país de origem. Só que desta vez por um tempo bem inferior ao atual. “Com esta nova proposta estaremos reduzindo o tempo de separação entre as famílias e significa um enorme passo na racionalização do processo de obtenção de isenção para indocumentados casados com cidadãos dos Estados Unidos”, disse o diretor de serviços de Imigração e Cidadania, Alejandro Mayorkas.

Ele explica que no ano passado o departamento de Imigração recebeu cerca de 23 mil aplicações provenientes de imigrantes casados com um estadunidense ou filhos de imigrantes legalizados. “Este número poderia ser muito maior se não fosse a política atual a qual separa uma família por um longo período ”, ressaltou.

A orientação dos especialistas é que os imigrantes procurem advogados experientes para saber mais informações sobre esta regra.

Fonte: (da redação)