Publicado em 11/01/2012 as 12:00am

Deval Patrick fala sobre parcerias firmadas no Brasil

Na segunda-feira(09), o governador de Massachusetts, Deval Patrick, reuniu a imprensa imigrante para falar sobre os projetos do estado para 2012

O governador do estado de Massachusetts, Deval Patrick, Tim Murray, vice-governador, e Josiane Martinez, diretora-executiva do ORI (Escritório para Refugiados e Imigrantes do Estado) estiveram reunidos na State House, em Boston (MA) na segunda-feira(09), em uma coletiva de imprensa para falar sobre os planos de governo em assuntos de interesse aos imigrantes no estado. O governador também falou sobre a recente viagem que fez ao Brasil e os acordos firmados em território brasileiro.

Deval comentou sobre a importância da parceria realizada entre a Universidade de Massachusetts – Amherst e a Empresa Brasileira de Pesquisa e Agropecuária (Embrapa). Segundo ele, o acordo é de extrema importância para o estado, uma vez que o Brasil é a sexta maior economia mundial. “Reconhecemos a importância desse país na economia mundial e queremos firmar mais parcerias no futuro com o Brasil, até porque temos uma grande comunidade brasileira vivendo em Massachusetts, vamos aproveitar essa oportunidades e assim crescermos juntos”, declarou.

O governador falou também sobre o programa de intercâmbio educacional que irá beneficiar 100 mil estudantes brasileiros, a TOP-USA Massachusetts. “Já estamos acertando os detalhes, mas e em breve colocaremos esse projeto em prática. Tanto estudantes brasileiros como americanos poderão participar do programa de intercâmbio entre universidades brasileiras e americanas, como o MIT, a Harvard e UMass”, explicou Patrick.

Segundo Deval, o estado de Massachusetts tem interesse em conhecer mais sobre a Biotecnologia, Tecnologia da Informação, Energia limpa e o Sistema Financeiro do Brasil. O governador disse que o interesse nessas áreas é de suma importância para o Estado e que a escola de tecnologia EMC, que já possui centros de pesquisa no Brasil,  estude profundamente sobre esses assuntos.

O vice-governador Tim Murray elucidou sobre a questão das microempresas do estado e disse que no ano de 2012,  a meta é dar maior suporte a essas empresas para que elas possam competir no mercado internacional. “Sabemos do potencial dessas empresas e o quanto elas são importantes para a geração de empregos, por isso vamos investir mais para que elas se tornem grandes no mercado”, afirmou.

Questionado por representantes de outras comunidades imigrantes, acerca de viagens e acordos em outros países, Deval Patrick explicou que os países que são prioridade para o estado atualmente são a China, Índia, Chile e Brasil, por questões comerciais e de conjuntura internacional.

Fonte: (da redação)