Publicado em 16/01/2012 as 12:00am

Brasileiro tenta roubar loja em Natick (MA) e cai do teto

Marcelo Ramos, 29 anos, estava tentando invadir uma loja na cidade de Natick ? MA, quando o teto desabou e caiu juntamente com o "assaltante piada"

O brasileiro Marcelo Ramos, 29 anos, foi preso no início da madrugada de quinta-feira (12), depois de protagonizar uma cena de comédia durante uma tentativa de assalto frustrada. Ele estava tentando invadir uma loja na cidade de Natick, em Massachusetts, quando o teto desabou e caiu junto com o“assaltante piada”.

O alarme foi acionado e alguns policiais se deslocaram para atender o chamado. Ao chegarem no local, eles encontraram o brasileiro na sala onde era guardado o dinheiro da Michael´s.

Ao ser preso, o brasileiro disse aos policiais que mora no Hotel Montículo, que fica próximo à loja invadida. Segundo o Boletim de ocorrência, Marcelo subiu no telhado de uma loja vizinha que estava em reforma e dava acesso à Michael´s. Ele usou uma abertura de um exaustor e foi justamente neste momento que despencou.

O brasileiro foi preso e responderá pelo arrombamento e por danos matérias causados à loja. No princípio não seria cobrado fiança para que ele pudesse responder ao processo em liberdade, mas a Promotoria mudou de opinião depois que descobriu que o suspeito forneceu endereço falso aos policiais. “Queremos que Marcelo pague US$1 mil de fiança pela mentira”, afirmou a Promotora Amanda Rowan.

Depois que a prisão foi efetuada e a promotora resolveu investigar a vida do brasileiro mais afinco, descobriu que ele tem um caso aberto, junto ao Tribunal do Distrito de Framingham, também em Massachusetts. Segundo Amanda, Marcelo, responde pela agressão a um policial, entre outras acusações, utilizando um outro nome.

O advogado de defesa, Michael Brennan, solicitou que o brasileiro fosse liberado sem fiança, explicando que ele não tem como pagar a quantia exigida. O juiz Robert Grego estipulou um valor de US$500 e a primeira audiência de julgamento será no dia 18 de janeiro.

Fonte: (Texto por Luciano Sodré)