Publicado em 24/01/2012 as 12:00am

Brasileiro atropela e mata norte-americano

Mauro é acusado de dirigir sob efeitos de entorpecentes e posse de cocaína

Durante uma audiência realizada em Miami-Dude (FL), na sexta-feira (20), o piloto brasileiro João Paulo Mauro, 20 anos, que é acusado de dirigir sob influência de entorpecentes e posse de cocaína, teve sua fiança estipulada em $250,000 (pouco mais de R$ 435 mil). Logo em seguida ele foi solto, mas cumprirá pena em regime domiciliar, usando uma tornozeleira que o monitorará 24 horas por dia através do sistema de GPS.

O acusado foi obrigado a entregar o seu passaporte e diante dos vários crimes cometidos por brasileiros que acabam fugindo para o Brasil, de onde não podem ser extraditados, o juiz achou por bem proibi-lo, também, de solicitar a segunda via do documento. Desta forma, ele não terá como fugir e ficará nos Estados Unidos até o fim do julgamento.

Em defesa do brasileiro, o advogado Gus Lage, afirmou que as evidências provarão que seu cliente não estava dirigindo sob os efeitos de qualquer tipo de entorpecentes ou envolvido em algum um homicídio. Mas segundo o Boletim de Ocorrência Policial, Mauro dirigia um veículo SUV Mercedez Benz a uma velocidade de 60 milhas por hora, em uma zona onde o limite máximo permitido é de 30.

No BO consta, ainda, que o brasileiro perdeu o controle do veículo e atingiu o norte-americano Russel Knudson, 45 anos, o qual morreu vítima da força do impacto. Mauro alegou que só acertou a vítima porque precisou desviar de outro veículo que vinha na direção contrária.

O policia que atendeu a ocorrência afirmou que havia um pacote de cocaína no veículo do brasileiro, “além de ter constatado resíduos da droga no nariz do acusado”.

Fonte: (texto: Luciano Sodré)