Publicado em 9/03/2012 as 12:00am

Ex-governador de MA se mantém favorito

Mitt Romney já deu declarações afirmando que irá aumentar o combate à imigração ilegal no país se eleito

O ex-governador de Massachusetts, Mitt Romney, afirmou na quarta-feira(07), estar preparado para continuar na disputa para a nominação e ressaltou a liderança no número de delegados, em entrevista à emissora de televisão CNBC.

"Nós conseguimos uma liderança muito forte no número de delegados, uma forte liderança em termos de números de pessoas que realmente votaram na nossa campanha", disse.

De acordo com a agência de notícias Associated Press, Romney lidera com 415 delegados, mais que o dobro que o segundo colocado, o ex-senador Rick Santorum, com 176. O ex-presidente da Câmara dos Representantes Newt Gingrich tem 105 e o ex-senador Ron Paul, 47.

Apesar da vitória em seis Estados após a "superterça" -- Massachusetts, Idaho, Alasca, Virginia, Vermont e Ohio -- o comando de campanha do ex-governador se preocupou com a pouca penetração em setores rurais e entre trabalhadores nas primárias em Ohio.

Nas eleições no Estado, que foi vencida por Romney com um ponto percentual de vantagem para Santorum, os condados urbanos apostaram no ex-governador, enquanto os rurais votaram no ex-senador. Para as próximas disputas, a campanha de Romney pensa em focar a atenção em contornar a pouca habilidade com os conservadores e trabalhadores para garantir a nominação.

Na entrevista, o candidato ainda lembrou a necessidade de atrair a atenção dos delegados durante a convenção nacional do Partido Republicano, em agosto.

"Temos o tempo, os recursos e um plano para conseguir todos os delegados e pensamos que atingiremos o objetivo antes da convenção. Posso dizer com certeza que não será um encontro que qualquer pessoa nova possa ser o nominado".

SANTORUM

Apesar de ter ganho em apenas quatro Estados -- Tennessee, Dakota do Norte e Oklahoma --, o comando de campanha de Rick Santorum prevê gastar mais de US$ 1 milhão em campanha em Alabama, Mississippi e Kansas, onde acontecem as próximas prévias.

De acordo com o jornal "The New York Times", representantes do ex-senador já compraram tempo de televisão nos três Estados. O grupo ainda está em conversas com Newt Gingrich para que o ex-congressista desista da disputa pela Presidência para não dividir os votos anti-Romney.

O marqueteiro responsável pela campanha de Santorum, John Brabender, afirmou ao "The Wall Street Journal" que o ex-senador é o único que pode bater Romney.

"As pesquisas mostram que Rick Santorum está pronto para ter uma disputa a dois com Mitt Romney e que os partidários de Gingrich vão para o lado dele, em sua maioria".

O ex-senador e Gingrich estão otimistas para as próximas prévias, que serão no sul americano, área mais conservadora e hostil a Romney. Alabama, Mississippi e Kansas, que detêm cerca de 90 delegados, decidem seu candidato na próxima terça-feira.

Fonte: (da redação)