Publicado em 7/04/2012 as 12:00am

Ativistas brasileiros saem às ruas de New Jersey

Ativistas brasileiros saem às ruas no mês do Autismo no bairro do Ironbound

1º de abril: O vereador Augusto Amador, que havia confirmado com

antecedência fazer parte da manifestação, não compareceu ou sequer

justificou a ausência

Na fria manhã de domingo, 1 de abril, dezenas de brasileiros reuniram-se em

frente à sede da Brazilian International Autism Association (BIA), antes de

realizarem a 1ª Caminhada de Conscientização Sobre o Autismo. A manifestação

teve início em frente ao 255 Walnut St., no bairro do Ironbound, em Newark

(NJ), seguindo pelas ruas Jefferson, Madison, Ferry, Van Buren, Elm, Adams e

retornando à sede da entidade. O evento, liderado pela terapeuta Wilma de

Andrade, presidente da entidade, foi concluído com a liberação de balões de

gás ao ar, um gesto simbólico no primeiro dia do mês de conscientização

sobre a síndrome.

Na noite de 1 de abril, o Empire State Building (EUA), a Torre Eiffel

(França) e o Cristo Redentor (Brasil) foram todos iluminados com luz azul,

cor oficial da luta pela conscientização sobre o autismo no mundo.

A passeata também contou com a participação do deputado estadual Alberto

Coutinho, residente no bairro, da equipe de reportagem do VejaTV, formada

por João Vianna e Cristina Natividade, os fotógrafos freelance Rodrigo

Barbosa e Geraldo Corredor da Paz, as ativistas comunitárias Ana Oliveira e

Edna Ditaranto, além de outros ativistas, simpatizantes, amigos, pais e

familiares de crianças autistas. O vereador Augusto Amador, que havia

confirmado com antecedência fazer parte da manifestação, não compareceu ou

sequer justificou a ausência. Além disso, a Prefeitura não emitiu a

permissão de que a passeata ocorresse no asfalto, embora o pedido formal

tivesse sido feito em tempo hábil, fazendo com que os manifestantes

utilizassem as calçadas do bairro.

“O Autismo não é nada mais do que a grande diversidade de Deus no âmbito da

imperfeição humana e a necessidade de vermos o próximo com amor e

compreensão. Realmente, levantar a bandeira do Autismo não é para simples

amadores e sim para pessoas sérias e comprometidas com a causa. Apesar dos

obstáculos e descaso dos incrédulos, seguiremos em frente”, disse o

fotógrafo freelance Geraldo Corredor da Paz, que acompanhou e registrou todo

o percurso da manifestação. 

Ao longo da Ferry Street, inúmeros motoristas e pedestres buzinaram ou

fizeram sinais de apoio à passeata.

Fundada ano passado, a BIA é a primeira entidade do gênero liderada por

brasileiros em Newark (NJ). Wilma alertou que ninguém está autorizado a

pedir doações em nome da associação.

“Os nossos eventos são anunciados e nós que pertencemos à entidade entramos

em contato direto com comerciantes e etc. Se isso aconteceu com alguém da

comunidade, por gentileza nos comunique e, por favor, se no futuro vier a

acontecer, saibam que ninguém é autorizado a fazê-lo. É terrível, mas podem

querer utilizar o nosso nome para estes fins e nós somos uma associação

séria, transparente e fazemos um trabalho voluntário de ajuda aos portadores

da síndrome de Autismo; não vamos admitir isso”, alertou Andrade.

A BIA fica localizada na 255 Walnut St., no bairro do Ironbound, em Newark

(NJ). Mais informações sobre o calendário de atividades da associação podem

ser obtidas através do tel.: (973) 466-3858.

Fonte: (da redação)