Publicado em 20/04/2012 as 12:00am

Novo centro comunitário abre as portas para atender a comunidade brasileira em Framingham

Novo centro comunitário abre as portas para atender a comunidade brasileira em Framingham

Jehozadak Pereira,

Zumba, aulas de inglês, curso de cidadania, capoeira, aconselhamento psicológico e espiritual, preenchimento de aplicação para seguro saúde e aulas de português tudo num só lugar. Já imaginou isto? A partir de agora isto se tornou possível com o BRACE – Brazilian American Center que funciona no complexo da Igreja de São Tarcisio em Framingham, motivado pelo padre Wolmar Scaravelli, pároco local desde setembro do ano passado que junto com outras pessoas da comunidade fundaram a entidade.

“O BRACE tem o objetivo de promover o imigrante brasileiro, sem distinção de raça, religião ou status imigratório resgatando os seus valores e cultura, facilitando a sua integração na sociedade que o acolhe sem perder a sua identidade própria. É por isso que temos classes de português para que as crianças não percam a identidade, pois é muito importante saber quem somos, de onde viemos e para onde vamos. Somos brasileiros em qualquer lugar, seja aqui ou na China, pois não podemos nos esconder quando chegamos em uma nova sociedade. Os Estados Unidos só são um país rico em cultura em razão das correntes de imigrantes que aqui chegaram um dia aos milhões ao longo dos anos. Quando me perguntam porque criar o BRACE, costumo responder que é para ter um espaço comunitário. As dependências da escola estavam sendo alugadas para uma empresa e não vejo porque alugar um prédio como este nosso que pode servir a comunidade. Sempre por onde passei nos quase 30 anos de sacerdócio busquei trabalhar com a parte social das comunidades, fosse na Argentina, em Everett, em Miami e agora aqui também. Jesus quer o nosso compromisso com a parte social das pessoas, e é nosso dever se preocupar com a parte social e emocional das pessoas que tem alma, espírito, corpo e emoção e precisam ser cuidadas em todos os aspectos. O BRACE é um centro fraterno onde as pessoas podem se encontrar em vez de ficar em casa se deprimindo nos longos invernos daqui. Este é o lugar para que possam aprender e se socializar. Começamos isto com a Escola de Português João Batista Scalabrini que é o fundador da nossa congregação; a diretora da escola é a Sandra Souza e vamos seguir o calendário do ano letivo e são três níveis e já temos cerca de 140 crianças inscritas. O board que dirige a BRACE é composto por diversas pessoas num total de seis pessoas. Eu sou o presidente, a secretária é a Marília Nunes, o tesoureiro é o Fernando Castro e os diretores são a Ilma Paixão, o José Natal e o pastor Elias Monteiro, além das comissões. O próximo passo é implantar o ensino supletivo para adultos, pois me corta o coração ter conhecimento de que há brasileiros que não sabem ler e escrever”, diz o padre Wolmar Scaravelli esclarecendo que os valores cobrados são simbólicos. “É para cobrir as despesas”, afirma.

Um dos itens importantes é o preenchimento de aplicações para o seguro saúde, a que todo o morador do Estado de Massachusetts tem direito. Num convênio do BRACE, do Centro Comunitário Bom Samaritano e do Centro Comunitário Scalabrini, a Irmã Elisete Signor vai dar plantão uma vez por semana para atender a comunidade brasileira em Framingham. 

“O preenchimento e encaminhamento de aplicações para o seguro saúde é um projeto antigo do Centro Comunitário Bom Samaritano que têm vários serviços sociais como procurações, passaportes e agendamentos consulares, acompanhamento em audiências na court, traduções, aplicações para trabalho mas não tinham este trabalho que desenvolvo lá no Centro Comunitário Scalabrini em Everett. Era uma lacuna que já vínhamos trabalhando há muito tempo para preencher e queríamos que alguém daqui ligado ao Bom Samaritano fosse treinar, mas como já tenho o treinamento há seis anos, é mito mais fácil vir para cá e prestar este serviço para a comunidade brasileira em Framingham. Não sei se nesta região as pessoas têm esta informação sobre o MassHealth, Commonwealth Care e o seguro público. Em princípio o atendimento vai ser às quartas-feiras das 3 PM às 9 PM e não haverá a necessidade de marcar apontamento, quem chegar vai ser atendido. Isto só se tornou possível através deste projeto do BRACE que é abrangente”, disse a Irmã Elisete Signor que inaugurou o serviço na quarta-feira, 18, atendendo cerca de 10 pessoas em pouco mais de uma hora. “Estamos de portas abertas para atender a todos gratuitamente e independente da religião ou do status imigratório da pessoa. Todos são elegíveis para se inscrever”, finaliza a religiosa.

    

 

Prestação de serviço

BRACE – Brazilian American Center

560-562 Waverly Street

Framingham, MA - 01702

508.875-6347

 

Atividades

Aulas de português para crianças com uma equipe de professoras

7-15 anos

Aulas: Sextas-feiras 6 PM – 8.30 PM

Há uma taxa de US$ 40 mensais

 

Aulas de inglês para adultos com a professora Nancy Nunes

Aulas: Terças e quintas-feiras 7 PM – 9 PM

Há uma taxa de US$ 20 para o material e de US$ 50 de mensalidade

 

Curso de Cidadania

Aulas: Cinco segundas-feiras 7 PM – 9 PM

Há uma taxa de US$ 60 com material incluído

 

Zumba Fitness com a professora Cláudia Chaves

Acima de 14 anos

Aulas: Segundas e sextas-feiras 6.30 PM – 7.30 PM

Há uma taxa de US$ 5 por hora/aula

 

Capoeira com o Mestre Tico-Tico

Acima de 13 anos

Aulas: Terças e quintas-feiras 7.30 PM – 9 PM

Há uma taxa de US$ 60 mensais

Fonte: (da redação)