Publicado em 7/05/2012 as 12:00am

Histórico \"Os Notáveis USA/Massachusetts 2012)

Márcio Gonçalves Júnior chegou ao Estado de Massachusetts em 1988 junto com sua esposa, Ana Gonçalves. Com pouco mais de 20 anos e recém-casado, este mineiro de Belo Horizonte veio para os Estados Unidos com um objetivo muito claro em mente: estudar.

Márcio Gonçalves - Notável como empreendedor

Márcio Gonçalves Júnior chegou ao Estado de Massachusetts em 1988 junto com sua esposa, Ana Gonçalves. Com pouco mais de 20 anos e recém-casado, este mineiro de Belo Horizonte veio para os Estados Unidos com um objetivo muito claro em mente: estudar.

Depois de servir o Exército e recusar seguir uma promissora carreira militar, Márcio deixou a família, a vida confortável, o cargo de confiança e emprego estável num banco para realizar seu sonho.

Como a grande maioria dos brasileiros, logo que chegou aos Estados Unidos dedicou-se a trabalhos de jardinagem (landscape), limpeza, linha de produção de indústrias. Trabalharam duro ele e sua esposa. Sua preocupação era prover a família (a esposa e seus dois filhos) e também juntar dinheiro para pagar seus estudos.

Foram anos de trabalho até ingressar no primeiro curso: Eletronic Engineer no ITT Technical Institute. Passados quatro anos morando em Massachusetts o casal resolveu voltar ao Brasil. Mas o regresso durou pouco (apenas um mês). Desadaptado ao país de origem, retornou aos Estados Unidos para dar início a uma nova etapa da realização de seu sonho.

Por cinco anos trabalhou como gerente de uma empresa de limpeza, época em que paralelamente frequentava o curso de bacharel em Ciências da Computação (Bachelor in Computer Sciences) pela então Framingham State College.

Em pouco tempo obteve sua primeira colocação profissional na área de tecnologia. Mas ainda faltava algo. Ingressou no curso de mestrado, onde obteve o título de MBA em Tecnologia pela Northeastern University. Outros cursos recheiam sua vasta formação na área: certificações em robótica pela National Instruments Certified LabVIEW Associate Developers, engenheiro de software pela Microsoft e vários outros. Por mais de dez anos atuou como engenheiro de software de grandes empresas, entre elas a Trellis Network (New Jersey), Gamewell e Kidde Fenwal, ambas em Massachusetts. Mas ainda faltava algo.

Acumulada toda essa bagagem acadêmica e profissional, chegou o tempo de partilhar, disseminar o conhecimento adquirido. Começou a dar aulas particulares de informática em domicílio. Aos poucos o número de alunos foi crescendo e tornou-se impossível atender a tantas pessoas. Daí surgiu a criar um centro de estudos para atender um maior número de pessoas interessadas em estudar e desenvolver competências tecnológicas.

Em 2008, Marcio Goncalves fundou a mghightech Computer and Software Training Center, uma empresa de tecnologia da informação especializada em treinamentos e servicos de TI (rede, instalação de câmeras, manutenção e reparo de equipamentos, suporte tecnológico a empresas, desenvolvimento para internet).

Inicou suas operações em Framingham, Massachusetts com apenas dois cursos: Básico de Computação e Técnico de Manutenção em Computadores e Notebooks (A+). A missão da escola é proporcionar um futuro profissional para seus alunos.

Em 2012, Márcio Gonçalves deve ir ao Mato Grosso visitar um aluno que regressou ao Brasil. Convidado de honra, Márcio participará da inauguração da empresa de um de seus discípulos, que começou apenas consertando computadores. Hoje, o ex-aluno presta serviços para empresas locais, tem uma pequena escola onde também dissemina o que aprendeu e sua esposa (que também estudou na mghightech) desenvolve websites.

Radicado nos Estados Unidos há quase 25 anos, Márcio Gonçalves reside em Marlboro com sua esposa e os dois filhos. Além de dedicação, profissionalismo, seriedade, qualidade no trabalho que realiza, seu principal legado para a comunidade brasileira resume-se na oportunidade de crescimento, desenvolvimento pessoal e profissional para aqueles que realmente dispõem-se a investir em conhecimento e, principalmente, aplicá-lo na terra que os acolheu ou em seus países de origem.

Fonte: Luciano Sodré