Publicado em 11/05/2012 as 12:00am

Mourisso convoca comunidade para se unir contra Secure Communities

Depois que o escritório do Immigration adn Customs Enforcemente - ICE, divulgou que no dia 15 ativará o programa "Secure Communities" em Massachusetts, com ou sem a aprovação do governador Deval Patrick, alguns ativistas iniciaram uma mobilização para evi

Ele explica que agora é o momento de todos se unirem, esquecer as diferenças e pensar única e exclusivamente no futuro da comunidade. O pastor ressalta que a ativação do programa vai gerar mais insegurança e é preciso mostrar para as autoridades que este é o caminho mais errado para combater a violência e promover a segurança das pessoas.

Mourisso afirma que os crimes de violência doméstica aumentarão, sem que os culpados sejam, punidos, pois as vítimas terão medo de denunciar seus agressores. Isso porque, através do programa, ela poderá ter os seus dados compartilhados com o escritório do ICE e com o FBI. "Muitas testemunhas de crimes ficarão caladas com medo de serem deportadas", explica.

Para Mouirsso, a ativação do programa prejudicará em muito o estado de Massachusetts, haja vista que ele é formado por imigrantes. "Temos que nos unir, imigrante legal ou indocumentado, e forçar as autoridades a recuarem nesta decisão", fala.

O pastor está mantendo contato com algumas pessoas e pretende fazer uma grande reunião, envolvendo lideranças políticas, comunitárias, religiosas, empresários e membros da comunidade. Ele quer, através de uma roda de debates, encontrar um caminho que evite o "caos no estado".

Na visão de Mourisso, a comunidade imigrante está ansiosa por respostas e uma solução para o futuro e são os ativistas e pessoas ligadas à causa que devem agir para orientar sobre o caminho certo e proteger quando for preciso. "Neste momento, os imigrantes precisam de proteção e não será apenas uma pessoa que conseguirá fornecer esta proteção. É preciso que todos nos unamos e lutemos por nossa gente", fala.

Mourisso coloca o seu telefone à disposição para que os interessados em abraçar a causa possa se unir a ele. "Podem me ligare vamos juntos levantar a bandeira de um só povo", fala deixando o número de contato (857) 247-8736 ou pelo e-mail mourisso@hotmail.com 

Fonte: Brazilian Times