Publicado em 18/05/2012 as 12:00am

Família de brasileira morta em Somerville não aceita decisão de juiz

A família da jovem Isabella Silva, 16 anos, ficou insatisfeita com a sentença imposta ao norte-americano Kenneth Belew, 22 anos. Ele conduzia um veículo, quando perdeu o controle e bateu contra uma proteção na Rota 28, proximidades de Somerville. O aciden

da redação

A família da jovem Isabella Silva, 16 anos, ficou insatisfeita com a sentença imposta ao norte-americano Kenneth Belew, 22 anos. Ele conduzia um veículo, quando perdeu o controle e bateu contra uma proteção na Rota 28, proximidades de Somerville. O acidente ocasionou a morte de Mayara Alves e Isabella, ambas brasileiras.

O réu estava embriagado quando bateu o carro e foi condenado há cinco anos de prisão e retenção da carteira de motorista por 15 anos. Ele foi sentenciado pela morte das duas brasileiras, sem a intenção de matar. Mas as famílias delas não ficaram satisfeitas com o resultado.

Em uma entrevista para o Boston Herald, a madrasta de Silva, Cláudia da Silva, disse que a família considerou a sentença muito branda. "Ele é um adulto que está sendo tratado como adolescente". fala. "Se você não agir com mais autoridade com as crianças, elas não vão te ouvir e nunca vão aprender o certo", continua.

No relatório da polícia consta que Belew estava com um nível elevado de álcool no sangue, quando causou o acidente. Cláudia lembra como Isabella era uma menina maravilhosa, cheia de sonhos e planos. "Ela estava ansiosa para passar o verão com sua irmão mais nova. que tinha apenas dois meses de idade, quando ela morreu, há cerca de um ano. "Eu olho para minha filha todas as noites e vejo Isabella brincando com ela", se emociona.

Cláudia disse que a família ainda está lutando para pagar as despesas do funeral de Isabella, Ela ressaltou que solicitou que um advogado tente conseguir que os custos sejam pagos pelo seguro. "A única coisa que queria dizer para a mãe dele é que nós não o odiamos, mas nós ficamos sem Isabella, com contas para pagar e ele nem sequer pediu desculpas", fala. (texto: Luciano Sodré)

Fonte: Brazilian Times