Publicado em 18/06/2012 as 12:00am

MAPS Aplaude Decisão do Governo Obama de Parar Deportação de Jovens Imigrantes

A Massachusetts Alliance of Portuguese Speakers (MAPS) apoia profundamente a ordem executive anunciada nesta sexta-feira, dia 15 de junho, pelo Presidente Barack Obama, garantindo o direito a permissões de trabalho e de não-deportação a centenas de milh

da redação

A Massachusetts Alliance of Portuguese Speakers (MAPS) apoia profundamente a ordem executive anunciada nesta sexta-feira, dia 15 de junho, pelo Presidente Barack Obama, garantindo o direito a permissões de trabalho e de não-deportação a centenas de milhares de jovens imigrantes trazidos para este país ainda crianças.

"Eles demoraram, mas finalmente ouviram as vozes de tantas crianças trazidas para os Estados Unidos quando ainda não podiam escolher seus próprios caminhos," disse Paulo Pinto, Diretor Executivo da MAPS. "O futuro dele estava sendo sonegado por não terem o direito de viver aqui, trabalhar e contribuir com o país onde cresceram e amam."

A ordem executiva de Obama, que tem efeito imediato, beneficia imigrantes que atualmente tem menos de 30 anos, chegaram nos Estados Unidos antes dos 16 anos e estão no país há pelo menos cinco anos. Além disso, eles não podem ter ficha criminal e devem ter obtido ou estar em processo de obter diploma da high school ou prestado serviço militar. Também evita que eles sejam deportados por um prazo de dois anos, prorrogável múltiplas vezes.

Esta ordem executiva é diferente do projeto DREAMAct por não oferecer a esses jovens o direito à residência permanente ou cidadania. A MAPS sempre apoiou o DREAMAct, inclusive concedendo o Prêmio de Pessoa do Ano em 2011 para Felipe Matos, jovem estudante brasileiro que caminhou de Miami para Washington, D.C. em 2010, ao lado de três amigos, para apoiar a causa.

"Embora não seja uma solução definitiva para o nosso ultrapassado sistema imigratório, já traz alívio e oportunidades para milhares de jovens em nossas comunidades para alcançarem seus sonhos acadêmicos e profissionais. Esperamos que ela seja cumprida bem e que traga bons resultados," disse Paulo.

A MAPS é uma organização privada, sem fins lucrativos, que oferece serviços sociais e de saúde para a comunidade de língua portuguesa desde 1940. Para mais informações, acesse www.maps-inc.org

Fonte: Brazilian Times