Publicado em 11/07/2012 as 12:00am

Filha de brasileira morre em acidente de carro em Saugus (MA)

A menina, de apenas dois anos de idade, estava saindo de uma igreja evangélica, junto com a mãe, no domingo (08)

A menina, de apenas dois anos de idade, estava saindo de uma igreja evangélica, junto com a mãe, no domingo (08)

da redação

Uma menina de dois anos de idade morreu após um acidente de carro, no domingo (08), na cidade de Saugus, em Massachusetts (MA). Ela estava saindo da igreja evangélica United Methodist, acompanhada da mãe.

Ainda não foi divulgado o laudo que causou o acidente e nem como a menina foi morta. Mas, as primeira investigações apontam que ela saiu da igreja nos braços de uma pessoa em direção a um carro. Esta pessoa ligou o "remote starter" para acionar o ar condicionado.

Neste momento o veículo se moveu para a frente, pois supostamente estaria engatado, e teria atingindo pessoa que perdeu o equilíbrio deixando a criança cair e posteriormente também ser atingida.

O chefe-adjunto de polícia da cidade, o tenente Leonard Campanello, disse que as investigações ainda estão em curso e é muito cedo para apontar as causas do acidente que teria resultado na morte da menina.

A menina é filha do casal Júlia Santos e Emerson Barcelar um casal bastante conhecido na comunidade brasileira em Massachusetts. Ele trabalha com passeios aéreos pela região de Boston. Na página social do casal, em uma rede de relacionamentos, dezenas de pessoas deixaram mensagens de otimismo e força para superar este momento.

A própria mãe postou uma foto da filha, dizendo agradecendo o apoio e ressaltando que está sendo muito difícil, e que Deus é o colo maior que a está amparando neste momento.

O local do acidente foi marcado com ursinhos de pelúcia e os fiéis passaram o dia orando pela vida do casal. "Obviamente esta é uma tragédia para a família e toda a comunidade e estamos concentrados em investigar e fazer o nosso melhor para concluir o caso", disse Campanello.

O gabinete do Procurador Distrital do Condado Essex, disse que não vai apresentar acusações.

Fonte: Brazilian Times

Top News