Publicado em 14/08/2012 as 12:00am

Programa Jovens Embaixadores prorroga inscrições até 26

As inscrições para a 11ª edição do programa Jovens Embaixadores, promovido pela Embaixada dos Estados Unidos, foram prorrogadas até o dia 26 deste mês. Voltada aos alunos de escolas públicas de todo o Brasil, a ação, realizada em parceria com os setores p

As inscrições para a 11ª edição do programa Jovens Embaixadores, promovido pela Embaixada dos Estados Unidos, foram prorrogadas até o dia 26 deste mês. Voltada aos alunos de escolas públicas de todo o Brasil, a ação, realizada em parceria com os setores público e privado, levará 35 estudantes brasileiros aos Estados Unidos, por três semanas, no início de 2013.
Todos os custos com viagem, hospedagem, alimentação e atividades educacionais, culturais e sociais do programa são pagos pela Embaixada Americana. O intercâmbio entre Estados Unidos e Brasil promovido pelo programa foi criado em 2002 e hoje já é replicado em outros 25 países. Desde que foi lançado, 212 jovens brasileiros já foram beneficiados, sendo 48 alunos da rede estadual de São Paulo.

Podem participar jovens com idades entre 15 e 18 anos que estudem no Ensino Médio da rede pública de ensino (os candidatos não poderão ter mais de 18 ou menos de 15 anos de idade até o dia 31 de janeiro de 2013); tenham excelente desempenho escolar; possuam engajamento em atividades de responsabilidade social e de voluntariado há pelo menos um ano; tenham boa fluência oral em inglês e sejam comunicativos; demonstrem flexibilidade e facilidade para adaptar-se a realidades e culturas diferentes; mantenham bom relacionamento em casa, na escola e na comunidade; tenham baixa renda familiar e não tenham viajado para os Estados Unidos ainda.
Os interessados em participar do processo seletivo deverão se inscrever até o dia 26 de agosto no site http://www.jovensembaixadores.org/2013. Caso seja aprovado nessa etapa, o aluno receberá uma resposta automática com o link para dar prosseguimento ao processo seletivo e realizar a transferência virtual da documentação exigida.

Experiência
Conhecer pessoalmente a secretária de Estado dos Estados Unidos, Hillary Clinton, e o diretor da Nasa, Charles Bolden, proporcionou experiências inesquecíveis para o jovem Daniel de Lima Freitas, 17 anos. Ele foi um dos 35 alunos selecionados no ano passado pelo programa Jovens Embaixadores, entre mais de quatro mil estudantes de escolas públicas de todo Brasil, para participar do intercâmbio de três semanas nos Estados Unidos, realizado no início deste ano. Em 2011, Daniel se formou no 3º ano do Ensino Médio, na Escola Estadual Luís Gonzaga Travassos da Rosa, localizada no Jardim Santo Antonio (zona sul de SP), e participou do intercâmbio entre os dias 9 e 31 de janeiro com patrocínio da Embaixada Americana.

Para ele, o intercâmbio oferece uma oportunidade única para que os alunos brasileiros transmitam sua cultura e aprendam com as diferenças entre Brasil e Estados Unidos. "Foi muito prazeroso representar o meu país no exterior. A maioria dos americanos conhecia um pouco sobre Carnaval e futebol, mas ainda tratava o Brasil como primitivo", diz Daniel, que relata a atividade de apresentar a cultura brasileira como o momento mais marcante da viagem. "Poder representar o Brasil e mostrar nossa cultura me deu uma sensação de missão cumprida. Quebramos estereótipos e no final das nossas apresentações, uma senhora se manifestou e disse que gostaria de visitar o Brasil por causa da nossa apresentação. Isso não tem preço", conta o jovem, que pretende estudar comércio exterior.

A experiência também foi marcante para Natanael dos Santos Ferreira, 17 anos, na época, estudante do 1º ano do Ensino Médio na Escola Estadual Profa. Ana Maria Junqueira, localizada em Franca. Segundo Natanael, "é difícil descrever a melhor parte da viagem, porque tudo era novo para nós. Conhecemos a neve, esquiamos nas montanhas, patinamos no gelo e sentimos novos cheiros e sabores. É inesquecível".

A visita à Casa Branca e ao Departamento de Estado foram algumas das várias atividades das quais os jovens embaixadores participaram durante o intercâmbio nos EUA. Os estudantes passaram uma semana na capital Washington DC, onde tiveram a oportunidade de conhecer aspectos da economia e cultura americana, participar de reuniões com autoridades e visitar monumentos históricos. Depois cada aluno seguiu para um Estado americano, onde foi hospedado por famílias locais e frequentou aulas no Ensino Médio.

http://www.jovensembaixadores.org/2013. Caso seja aprovado nessa etapa, o aluno receberá uma resposta automática com o link para dar prosseguimento ao processo seletivo e realizar a transferência virtual da documentação exigida.

Experiência
Conhecer pessoalmente a secretária de Estado dos Estados Unidos, Hillary Clinton, e o diretor da Nasa, Charles Bolden, proporcionou experiências inesquecíveis para o jovem Daniel de Lima Freitas, 17 anos. Ele foi um dos 35 alunos selecionados no ano passado pelo programa Jovens Embaixadores, entre mais de quatro mil estudantes de escolas públicas de todo Brasil, para participar do intercâmbio de três semanas nos Estados Unidos, realizado no início deste ano. Em 2011, Daniel se formou no 3º ano do Ensino Médio, na Escola Estadual Luís Gonzaga Travassos da Rosa, localizada no Jardim Santo Antonio (zona sul de SP), e participou do intercâmbio entre os dias 9 e 31 de janeiro com patrocínio da Embaixada Americana.

Para ele, o intercâmbio oferece uma oportunidade única para que os alunos brasileiros transmitam sua cultura e aprendam com as diferenças entre Brasil e Estados Unidos. "Foi muito prazeroso representar o meu país no exterior. A maioria dos americanos conhecia um pouco sobre Carnaval e futebol, mas ainda tratava o Brasil como primitivo", diz Daniel, que relata a atividade de apresentar a cultura brasileira como o momento mais marcante da viagem. "Poder representar o Brasil e mostrar nossa cultura me deu uma sensação de missão cumprida. Quebramos estereótipos e no final das nossas apresentações, uma senhora se manifestou e disse que gostaria de visitar o Brasil por causa da nossa apresentação. Isso não tem preço", conta o jovem, que pretende estudar comércio exterior.

A experiência também foi marcante para Natanael dos Santos Ferreira, 17 anos, na época, estudante do 1º ano do Ensino Médio na Escola Estadual Profa. Ana Maria Junqueira, localizada em Franca. Segundo Natanael, "é difícil descrever a melhor parte da viagem, porque tudo era novo para nós. Conhecemos a neve, esquiamos nas montanhas, patinamos no gelo e sentimos novos cheiros e sabores. É inesquecível".

A visita à Casa Branca e ao Departamento de Estado foram algumas das várias atividades das quais os jovens embaixadores participaram durante o intercâmbio nos EUA. Os estudantes passaram uma semana na capital Washington DC, onde tiveram a oportunidade de conhecer aspectos da economia e cultura americana, participar de reuniões com autoridades e visitar monumentos históricos. Depois cada aluno seguiu para um Estado americano, onde foi hospedado por famílias locais e frequentou aulas no Ensino Médio.

Fonte: Brazilian Times