Publicado em 27/08/2012 as 12:00am

Brasileiro é acusado de estupro em Framingham

Na quinta-feira (23), um homem estuprou uma menina em sua própria cama (da vítima), enquanto ela gritava por socorro e pedia para ele parar. A informação foi divulgada na sexta-feira (24) pela promotoria do Distrito de Framingham, em Massachusetts.

Na quinta-feira (23), um homem estuprou uma menina em sua própria cama (da vítima), enquanto ela gritava por socorro e pedia para ele parar. A informação foi divulgada na sexta-feira (24) pela promotoria do Distrito de Framingham, em Massachusetts.

Segundo as informações, o brasileiro Nivaldo Teles, 39 anos, foi preso na manhã de quinta pela acusação de estupro. Ele continua detido e sua fiança fiança foi estipulada no valor de US$25 mil. A acusação foi formalizada na sexta.

A Procuradora Maggie Pastuszak informou que a vítima relatou à polícia que estava dormindo quando o brasileiro, muito embriagado, entrou em seu quarto e começou a tocar o seu corpo. "Ele a segurou pelas minhas mãos e tentou manter relações sexuais", afirmou o promotor.

A menina tem apenas 12 anos de idade e segundo Pastuszak, o brasileiro a estuprou e a torturou. "Mas por sorte, a vítima conseguiu se livrar dos ataques do estuprador e colocá-lo para fora do quarto", disse salientando que depois que fechou a porta, a menina pulou a janela e fugiu. "A fuga foi testemunhada por um policia local", continua.

As autoridades não informaram se existe alguma relação de parentesco entre a vítima e o acusado, mas eles se conhecem, conforme informou o relatório policial. Além de estupro, o brasileiro responderá por agressão física e atentado ao pudor.

A Procuradoria pediu que a fiança fosse estipulada em US$35 mil, alegando que a vítima afirmou em seu depoimento que esta não é a primeira vez que o brasileiro a agride sexualmente.

As investigações ainda estão em andamento, mas a polícia descobriu que ele planejava se mudar para Flórida na sexta -feira. "Por isso a necessidade de mantê-lo preso, pois existe sérios indícios de que ele não voltaria para responder as acusações", disse Pastuszak.

Ela ressalta que Teles poderá ser acusado de estupro agravado, devido à diferença de idade entre ele e a criança. "Isso acarreta uma sentença mínima obrigatória de 10 anos de prisão", disse.

Segundo o advogado de defesa, o brasileiro nega as acusações, vive em Framingham por cerca de cinco anos e tem familiares na cidade. Mas ele não será liberado, porque existe um mandato contra ele, emitido pelo departamento de imigração.

Fonte: Brazilian Times