Publicado em 24/09/2012 as 12:00am

Brasileiros se unem para ajudar carentes em Guanhães

O pastor Walter Mourisso, que também é membro/suplente no Conselho de Representantes de Brasileiros no Exterior (CRBE), esteve na redação do jornal Brazilian Times para falar sobre a campanha que encabeçou e que visa levar roupas e alguns outros artigos

da redação

O pastor Walter Mourisso, que também é membro/suplente no Conselho de Representantes de Brasileiros no Exterior (CRBE), esteve na redação do jornal Brazilian Times para falar sobre a campanha que encabeçou e que visa levar roupas e alguns outros artigos de doação para a comunidade de Guanhães, em Minas Gerais.

Ele explicou que dezenas de brasileiros abraçaram a causa e que "devido à esta solidariedade, centenas de famílias carentes serão beneficiadas". O pastor já conta com várias caixas e está em fase de negociação com duas empresas que levarão as doações até o seu destino e antes do Natal. "Estamos estudando a melhor proposta e aguardando a definição de quantas caixas enviaremos", fala salientando que depende disso para definir o tamanho do conteiner.

A maior parte das doações é formada por roupas, mas Mourisso ressalta que ainda está aceitando artigos como brinquedos pequenos para serem entregues como presentes de Natal às crianças de bairros pobres em Guanhães. "O que nós queremos é fazer um final de ano feliz para estas pessoas", continua.

O pastor ainda ressalta que se todos decidissem adotar uma família no Brasil para este final de ano, "com certeza milhões de pessoas teriam o que comer e o que festejar nesta data". Ele explica que os mais de um milhão de brasileiros que vivem nos Estados Unidos têm condições de enviar pelo menos R$ 100 reais de presentes para uma família carente. "Isso significará muito para quem está há anos sem ter nada no Natal", complementa.

As pessoas que quiserem colaborar com a campanha de Mourisso, podem entrar em contato através do telefone (857) 247-8736 ou enviar e-mail para mourisso@hotmail.com. "Temos pouco tempo para fechar o conteiner para que ele chegue antes do Natal no Brasil", conclui.

Fonte: Brazilian Times